Jornal ASemana: vai despedir a maioria dos jornalistas e editores, só ficam oito

11/11/2016 07:21 - Modificado em 11/11/2016 07:21

DESPEDIMENTOSEste online sabe que a administração do jornal optou pelo despedimento dos trabalhadores como forma de tentar viabilizar o jornal. De acordo com funcionários contactados por este jornal, que respeitamos o pedido de anonimato, a administração comunicou que vão ficar a trabalhar apenas oito jornalistas que deverão cobrir todas as ilhas. Os restantes serão despedidos e indemnizados no mês de Janeiro.

 

O administrador, Álvaro Dantas contactado por este online limitou-se a dizer “Ca tem informação pa da”. No entanto, informações recolhidas pelo NN confirmam que os trabalhadores do jornal ASemana já estão há seis meses sem receber os salários e muitos acreditam que só “um milagre poderá salvar o jornal”.

Os trabalhadores, no intuito de pressionarem a administração a encontrar uma saída para o pagamento dos salários, escreveram uma carta e não trabalharam o que fez com que o periódico não saísse numa  semana. Todavia, tudo indica que até agora não foi encontrada uma solução. O NN sabe que um grupo angolano estaria interessado em comparar o título, mas não conseguimos apurar em que ponto estão as intenções.

  1. Andrea Fortes

    Apesar de não existir em Cabo Verde jornais independentes no verdadeiro sentido da palavra e serem muitos poucos os jornalistas independentes como é lógico, o desaparecimento dum jornal é sempre uma pobreza para a democracia e quanto mais a nossa jovem e frágil democracia.
    Mesmo por vezes tendencioso a minha experiência e percepção pessoal e creio deve ser de muitos leitores é que o jornal online A Semana poucas vezes utilizava o seu direito de censurar e não publicar os comentários dos leitores ao contrário de outros jornais online nesta praça.
    Para muitos leitores a possibilidade de fazer um comentário é um tubo de escape para muitas frustrações e insatisfações, bem assim como um prazer em constatar que as suas ideias nem sempre estão erradas.
    Além disso muitas verdades que os jornalistas não podem escrever por motivos vários podem ser filtrados pelos leitores nestes comentários. E no que respeita à publicação de comentários A Semana ultrapassa de longe outros jornais online.
    Se A Semana desaparecer, a nossa democracia apesar de frágil ficará mais frágil ainda e ficaremos ainda mais dependentes do poder incontrolável do governo, seja ele de que côr política fôr pois o poder conduz sempre ao abuso do poder.

  2. Muff descontra

    Se calhar andavam ai a passear atoa ….

  3. Ivone Gomes Santos

    Bem feito!
    Cambada de imbecis!!
    Espero que o palerma do Kim Zé Brito esteja nessa leva de despedimentos.

  4. Ivone Gomes Santos

    Oito jornalistas naquele pasquim ainda é muito!!!!

  5. Zebia

    É o fim do que foi um grande jornal, deixado à deriva durante muito tempo. Não é engraçado que, tendo sido fundado por militantes do PAICV para ajudar a defender os pontos de vista desse partido (verdade seja dita, o PAICV de hoje já não tem, que se saiba, pontos de vista próprios), seja o único dos três semanários que não dedica uma linha sequer à crise por que atravessa o PAICV?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.