Juiz dá nove meses de prisão

19/09/2012 01:00 - Modificado em 19/09/2012 01:00

Um indivíduo foi condenado a nove meses de prisão, após furtar seis mil escudos na papelaria HGI. Mas viu a pena ser suspensa, pelo facto da PN ter recuperado o dinheiro. De realçar que o arguido cometeu um novo furto, mas por ter sido detido fora de flagrante, o juiz decidiu mantê-lo em liberdade.

 

Os dois jovens acusados de furtarem seis mil escudos num balcão de pagamento da papelaria HGI foram julgados pelo Segundo Juízo Crime. Os factos aconteceram na quinta-feira, 13, quando algumas pessoas compravam materiais escolares. O autor do furto aproveitou da ausência de uma funcionária para subtrair o dinheiro que estava no balcão de pagamento.

De acordo com as testemunhas “um dos arguidos foi visto a sair detrás do balcão de pagamento, logo suspeitamos que ele tinha apanhado alguma coisa. Depois de uma averiguação faltava seis mil escudos no caixa. E com a intervenção da PN foi encontrado 4000 escudos na posse do autor do furto”.

  1. jose pinto

    se tivesse matado tomaria 6 meses de cadeia….

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.