Ministro da Economia toma medidas para “suavizar” o impacte das actualizações nos preços da água e da luz

9/11/2016 08:21 - Modificado em 9/11/2016 08:21
| Comentários fechados em Ministro da Economia toma medidas para “suavizar” o impacte das actualizações nos preços da água e da luz

Jose-da-Silva-GoncalvesO Ministro da Economia, José da Silva Gonçalves, toma medida para diminuir o impacte na actualização dos preços e tarifas da água e da electricidade, pelo que a actualização destes serviços passará a ser feita de dois em dois meses em vez de quatro e também a actualização dos preços dos combustíveis passará a ser mensal.

 

O Ministro José Gonçalves reuniu-se com a Agência de Regulação Económica (ARE) e acordou um conjunto de medidas que favorecerão a sociedade para que esta não tenha o cinto demasiado apertado para pagar a conta da luz e da água. Entre as medidas tomadas, está um ajuste dos prazos da actualização das respectivas tarifas, dos preços dos combustíveis e também dos parâmetros que normalmente vigoram 5 anos. Graças a esta medida, prevê-se uma baixa sensível nos preços de base dos combustíveis com reflexos também favoráveis nas tarifas da electricidade e da água, lê-se no comunicado.

O mesmo adianta que todos os dados analisados pela ARE apontam para a revisão para baixo dos preços dos combustíveis e das tarifas da electricidade e da água em Dezembro, a próxima altura de revisão e que a partir de Janeiro de 2017, os preços dos combustíveis passarão a ser fixados mensalmente.

“Em Junho de 2016, as tarifas da electricidade e da água sofreram uma redução de 18,7% e 4,3% respectivamente. Estas reduções passaram quase desapercebidas na comunicação social e, em Outubro p.p., as tarifas da electricidade sofreram um aumento de 10,73% em todo o país, com excepção da Boa Vista onde o agravamento foi de 25,6%. Esta última actualização da ARE foi objecto de muito aproveitamento político nos meios de comunicação social”, esclarece o gabinete de comunicação do Governo, porém, o 1º Ministro adiantou que essas actualizações são normais mas deve haver melhor comunicação por parte da ARE para os consumidores.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.