Praia: Condutores reclamam contra “sinalização precária” na cidade

9/11/2016 08:11 - Modificado em 9/11/2016 08:11

praiaOs condutores da cidade da Praia estão preocupados e a reclamar contra o que consideram de “sinalização precária”. A maioria das ruas e avenidas da capital não tem faixas de peões ou de separação de pistas. Segundo alguns condutores e peões entrevistados, na hora de ponta as estradas ficam intransitáveis e com uma grande confusão no tráfego. O cenário repete-se dentro dos bairros onde o grande problema são as placas de alerta como o STOP e as setas de indicação da mão da via que, quando existem, estão quase apagadas.

 

Conduzir pelas ruas da cidade da Praia não está a ser nada fácil para os condutores. O número de veículos tem aumentado de ano para ano dificultando o movimento com a falta de sinalização em diferentes pontos da cidade. A falta de sinalização tem sido alvo de várias críticas por parte dos condutores e peões.

Passadeiras e sinais imaginários, falta de sinalização condigna, condutores que desrespeitam as regras das estradas, falta de fiscalização por parte da Polícia de Trânsito, falta de organização na cidade da Praia são algumas das críticas de vários condutores entrevistados pelo NN.

Segundo os condutores e os peões entrevistados, na hora de ponta as estradas ficam intransitáveis e com uma grande confusão no tráfego. O cenário repete-se dentro dos bairros onde o grande problema são as placas de alerta como o STOP e as setas de indicação da mão da via que, quando existem, estão quase apagadas.

Elísio Varela defende a necessidade de maior sinalização das ruas pois, vários têm sido os acidentes devido à incorrecção na sinalização. ”Estradas de muita movimentação onde não existe faixa de peões e os quebra-molas existentes em várias ruas não iluminadas não estão pintados”.

A falta de manutenção da sinalização nas estradas revela-se num “perigo”, alerta Alcides Brito condutor e mecânico que chama a atenção das autoridades para a necessidade de se melhorarem as infra-estruturas rodoviárias. O entrevistado ainda reclama da falta de cuidado com as árvores que têm dificultado o trânsito devido ao seu crescimento descontrolado.

A má circulação de peões e viaturas no meio das ruas é também uma preocupação dos entrevistados. “É preciso atravessar a estrada com muito cuidado porque vários condutores não respeitam as passadeiras. Por outro lado, algumas pessoas trocam os passeios pela estrada asfaltada o que aumenta os casos de atropelamento”.

  1. Praiense

    Praia: Praienses reclamam contra “Condutores precários” na cidade

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.