Mãe de criança com deficiência auditiva desesperada com atraso na marcação da consulta

2/11/2016 08:27 - Modificado em 2/11/2016 08:27
| Comentários fechados em Mãe de criança com deficiência auditiva desesperada com atraso na marcação da consulta

mae-de-crianca-surda_resizedMaria Nascelina Moreira Fernandes é uma mãe preocupada com a saúde da filha menor de dois anos que sofre de graves problemas de audição devido a uma infecção contraída quando tinha apenas seis meses. Depois de várias tentativas a fim de marcar uma consulta de otorrinolaringologia no Hospital de Assomada, veio a ser informada que o aparelho está avariado. Desesperada, a mãe de Pérola Fernandes que se encontra desempregada e sem apoio do pai da criança, decidiu vir a público através do portal DYPK pedir apoio e solidariedade dos cabo-verdianos na tentativa de poder ver a filha recuperar a audição. A falta de recursos financeiros tem sido muito grande e, sem apoio do pai da criança, a situação é ainda mais complicada.

A pequena Pérola Fernandes de dois anos contraiu uma infecção nos ouvido que a levou a perder a audição, a fala e a ter dificuldades em andar. A criança permaneceu durante treze dias internada no Hospital Agostinho Neto e, graças a sessões de terapia, conseguiu voltar a andar ainda com algumas dificuldades. Contudo, ainda não recuperou a fala nem a audição.

A mãe mostra-se preocupada porque depois de várias tentativas para marcar uma consulta de Otorrinolaringologia no Hospital Agostinho Neto, as expectativas foram frustradas, pois a única informação recebida por parte do hospital é que a máquina se encontra avariada.

Esta mãe acredita que uma cirurgia poderá ajudar a filha a voltar a ouvir, mas o grande problema reside na falta de recursos financeiros para sustentar as despesas. Tendo em conta a saúde da filha, Maria encontra-se impossibilitada de trabalhar e o pai da criança deixou de cumprir com o seu dever paternal.

Maria Nascelina Moreira Fernandes diz estar disponível para qualquer sacrifício, pois anseia tratar da saúde da filha. Desesperada e sem saber o que fazer, a jovem mãe de 25 anos, residente em Assomada, resolveu procurar ajuda.

Numa mensagem enviada ao portal DYPK esta mãe pede apoio e solidariedade das pessoas no sentido de recuperar a audição e a fala da criança de dois anos. “O que eu realmente quero, é que todos os que vivem em Cabo Verde e na diáspora em qualquer outra parte do mundo, me ajudem porque a única pessoa em quem podíamos confiar nos mentiu. Ele, como pai, não move uma palha para ajudar a filha, por isso, quero contar convosco não por mim mas sim por ela, para que venha a ter uma infância e uma vida feliz com a ajuda de cada um de vocês, beijos no coração”.

Para as pessoas que pretenderem apoiar a criança, Maria Fernandes deixa o seu contacto e o número da conta bancária.

Móvel: 9244403
Banco: BCA
Conta: 80924870
Iban/nib CV64 000300008092487010176

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.