Jovem desafia outros jovens a competir pela Paz

31/10/2016 08:17 - Modificado em 31/10/2016 08:23

20161006_130639_resized_1“Sonhos de Paz” é um projecto ambicioso da jovem Stephanie Cristina Gonçalves Garcia de 21 anos. O propósito deste projecto que participou no YALI é levar os jovens a reflectirem e, sobretudo, a competirem pela Paz. O desafio desta jovem estudante é incentivar outros jovens a participarem nas maratonas que serão realizadas entre todas as escolas secundárias do país. O interesse desta jovem em alcançar a paz não fica por aqui. Apesar de ainda não ter um nome definido, mas que preferia chamar de “Festival da Paz”, Stephanie quer levar os jovens a apresentarem a Paz apostando nas próprias dotes e na criatividade, desde a música, passando pela dança e pela arte, ou seja, da forma como quiserem.

A violência, a criminalidade e o problema das drogas têm afectado o país no seu todo. Várias vidas foram ceifadas por conta desses problemas sociais. Os crimes são maioritariamente perpetuados por jovens delinquentes que ainda não encontraram a paz. Muitas são as vozes que pretendem fazer um percurso diferente no sentido de se alcançar a Paz que ao longo dos anos tem faltado muito nas sociedades.

A jovem Stephanie Cristina Gonçalves Garcia de 21 anos é estudante do primeiro ano do curso de Gestão e coordena o grupo “Jovens pela Paz”. Preocupada com a situação da violência em Cabo Verde e com a indiferença das pessoas aquando das mortes por homicídio devido à frequência de assassinatos, conforme diz, a jovem quer chamar a atenção da sociedade no sentido de calar a voz da delinquência e da criminalidade que têm vindo a afectar a cidade da Praia e um pouco todo o país.

Através do projecto “Sonhos de Paz”, Stephanie pretende desafiar os jovens a competirem com agressividade e espírito de iniciativa por uma sociedade com mais Paz. A mesma explica que a competição tem sido o forte dos jovens no dia-a-dia, porque “gostamos da competição, algo que mexe connosco e, então, porque não apostar nesta força que está dentro de nós?”.

“Sonhos de Paz” quer levar os jovens a competirem pela Paz através do talento e da criatividade. O desafio da maratona da paz é uma proposta a todos os alunos das escolas secundárias. Também faz parte deste desafio um evento denominado “Festival da Paz”, mas a data ainda não foi marcada.

O propósito deste projecto que levou a promotora a participar no YALI iniciativa governamental do Presidente Obama, programa conhecido por Young African Leaders Initiative, é a vontade de levar os jovens a darem a própria contribuição em prol da paz e ter uma cidade pacificada de modo a podermo-nos orgulhar dela e que todas as crianças vivam num meio onde encontrem uma cultura de Paz. Que os jovens reflictam bastante antes de resolverem as contendas com a violência.

Uma outra preocupação desta jovem é o encontro da paz interior. Isto porque considera estar num mundo onde existe a cultura da “bebedeira” que tem levado os jovens a caminhos tortuosos, como o álcool e outras drogas.

Stephanie deixa uma mensagem a todos os jovens para que zelem pela paz no mundo em vez de partirem para a violência. Ciente das dificuldades, a jovem apela por uma maior reflexão, pois é preciso “reflectir sobre a paz, nos momentos em que alguma situação nos retira a calma, antes de agirmos com violência e, com o tempo, essa prática poderá tornar-se em algo normal”.

  1. honorio chantre fort

    Stefanie,tens todo o meu apoio neste grande desafio dos jovens caboverdianos pela paz.E O GRANDE DESAFIO DO SEC. XXI DOS JOVENS CABOVERDIANOS,DA SOCIEDADE CIVIL,DO POVO DE CABO VERDE.Os jovens caboverdianos ha 50 anos ousaram lutar pela independencia da sua patria.Hoje, no limiar da 2.a decada do seculo,cito um poema da grande poetisa lusa DONA SOFPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESSENª Este e o tempo Da seva mais obscura Ate o ar azul se tornou grades Ea luz do sol se tornou impura Esta e a noite Densa de chacais Pesada de amrgura ESTE E O TEMPO EM QUE OS HOMENS RENUNCIAM. NAO PODEMOS RENUNCIARª

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.