Mãe pede apoio para dar uma prótese a filha

28/10/2016 07:06 - Modificado em 28/10/2016 07:06
| Comentários fechados em Mãe pede apoio para dar uma prótese a filha

maeSuzete Évora Gomes Matias é uma mãe batalhadora que luta por uma prótese para a filha de 4 anos, Mariana Matias Monteiro, que nasceu com uma deformação nos pés e que hoje sente dificuldades em andar.

 

“Desde que a minha filha nasceu, ela foi sempre acompanhada pelos médicos. Contudo, só agora, no início deste ano, é que o médico fez o relatório que foi entregue ao Presidente da ADEF (Associação Deficientes em São Vicente) e o processo está em andamento e, até agora, estou à espera”, disse a mãe.

Na ADEF disseram ao NN que o processo está em andamento. “O primeiro relatório médico foi solicitado no mês de Novembro do ano passado mas só recebemos o relatório no mês de Abril. Entramos em contacto com a SENOFE para a sua avaliação, mas não havia nenhum técnico de serviço”. A Presidente da ADEF assegura que “vamos entrar em contacto com a SENOFE para que possam avaliar o relatório da criança e logo de seguida fazer a divulgação do caso para a obtenção de algum recurso financeiro porque estamos com dificuldades em mandar pacientes para a Praia devido aos custos”.

Sem a prótese, Suzete conta que as dificuldades são muitas uma vez que “eu estou desempregada e não tenho nenhum tipo de ajuda do pai da minha filha. Neste momento dependo da ajuda de familiares e da ADEF que contribui com materiais escolares, entre outros”. A minha filha necessita de sapatos especiais devido à sua deformação nos pés e como eu não tenho possibilidades financeiras, compro botas normais e, por isso, a minha filha está com muitas dificuldade em caminhar e sinto-me triste por não conseguir fazer nada”, frisa Suzete.

A mãe da criança pede às pessoas que queiram ajudar a sua filha que a contactem

– Suzete Matias 5831975

– Presidente da ADEF, Alicia Gomes 9954018

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.