JHA pergunta ao 1º Ministro: “cumpriu com a promessa de abaixar o salário dos gestores públicos?”

27/10/2016 08:18 - Modificado em 27/10/2016 08:18

janiraA líder do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada garante que o seu partido irá fazer o seu papel de fiscalizador e não deixará de questionar o Governo. Desta vez, a oposição quer saber sobre os salários dos gestores públicos, isto após o MpD ter prometido transparência na campanha eleitoral. Assim sendo, em nome dos deputados e do povo, o PAICV quer saber quanto ganham o Presidente do Conselho de Administração do INE, os novos membros dos Conselhos de Administração da TACV, da ELECTRA, da ASA e do IFH.

 

“Com efeito, e depois do MpD ter feito dos salários dos Gestores Públicos uma das suas bandeiras de campanha (naturalmente falseando os “números”) com a promessa de que TODOS os Gestores seriam recrutados por concurso e com base no mérito e os seus salários sofreriam uma drástica redução, continuamos a assistir a recuos deste Governo!”, diz a Presidente do PAICV que justifica a pertinência dessas questões porque assegura que “dos concursos, ninguém ouviu falar. Todas as nomeações foram feitas por escolha directa e por confiança pessoal de quem nomeou ou propôs a nomeação! Dos salários e da tal redução drástica, o Governo do MpD não quer falar e, se questionado, recusa-se a responder!”, desabafa a líder do PAICV nas redes sociais.

Todavia, a Presidente do PAICV desafia o 1º Ministro Ulisses Correia e Silva a responder sobre os salários dos gestores públicos, uma vez que até então o Ministro das Finanças se recusa pura e simplesmente de prestar essa informação aos Deputados da Nação, frisa Janira Hopffer Almada. Esta quer saber “se houve ou não aumento de salário do novo Presidente do Conselho de Administração do INE, de 220.000$00 para 295.000$00 (portanto, um aumento de mais de 30%, de uma “assentada”) sem que o salário dos trabalhadores do INE também tivessem sido aumentados”.

Sem resposta, a líder do PAICV assegura que não irá desistir e adianta que “a bem da verdade, da transparência e cumprindo o dever de informar e de prestar contas, continuaremos a questionar, em defesa dos interesses dos cabo-verdianos”.

  1. Esqueceu que o teto máximo é de 300.000, enquanto no Ex-governo não havia teto, praticavam 700.000, 600.000, 500.00 e o país pagava estes montantes, enquanto o desemprego aumentava dia após dia.

  2. Helder

    Quem sabe o sr. Cabrer Pedro Nascimento pode dar uma ajudinha na resposta.

  3. VIRULENTO

    É uma vergonha desastrosa e maquiavelica para os governantes do MPD a não responder questões dos deputados da nação que o povo quer ter resposta para os poder sacrificar.Mentira tem pernas curtas Ulisses Correia e Silva & capangas!

  4. SEMPRE ATENTO

    Estas são questões que foram transferidas do Governo anterior para este novo Governo. Foi assim no Governo anterior, continua agora e vai continuar para sempre. Os políticos não estão preocupados com o povo. Estão preocupados sim com os seus “grupinhos” de camaradas. Em todas as Instituições do Estado há um “grupinho” que beneficiam de tudo. Nesta matéria, tanto o PAICV como o MPD são responsabilizados.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.