Praia: Utentes pedem sinalização de paragens de autocarro

21/10/2016 08:16 - Modificado em 21/10/2016 08:16

autocarro1A inexistência de sinalização das paragens de autocarro na cidade da Praia tem sido um problema para os utentes. As paragens ficam distantes umas das outras e ninguém sabe onde estão situadas, dificultando assim, a vida dos passageiros.

 

Todos os autocarros estão devidamente identificados com um número e destino. O problema reside exactamente na sinalização das paragens de autocarro que deixam as pessoas desorientadas e sem saberem o que fazer, pelo que resta aplicar o ditado “quem tem boca nunca perde” por parte das pessoas que pretendem apanhar o autocarro para qualquer zona da cidade da Praia. A falta de sinalização das paragens deixa os utentes à nora, pois não sabem onde esperar pelo autocarro e não são adivinhos. Para estas pessoas, resta apenas perguntar para não ficarem à deriva. Luciene Semedo, uma das passageiras, afirma não ter qualquer problema em apanhar os autocarros, apesar de não existir sinalização, pois conhece todas as paragens que, recordamos, não estão sinalizadas.

A mesma admite que o problema da sinalização traz constrangimento às pessoas que não conhecem o caminho e que têm de perguntar ou adivinhar.

Evandro Cabral que reside em Assomada, diz que sempre que precisa de visitar os familiares na zona de Paiol do Coqueiro ou noutra zona deve pedir ajuda às pessoas para poder chegar ao seu destino, isto devido ao mesmo problema. Os que sabem, lá se vão safando. O problema é que não havendo sinalização, os motoristas podem parar onde quiserem ou onde encontrarem pessoas para entrarem no autocarro. Por isso, os utentes exigem que o local da paragem dos autocarros seja sinalizado.

Os constrangimentos desta situação têm dificultado a vida dos passageiros que pedem sinalização das paragens de modo a estarem mais orientados.

  1. lumbin

    Diria mais, a delimitação da paragem é essencial, por forma a evitar que condutores param/estacionam no espaço reservado aos transportes coletivos urbanos e passageiros (TCUP).

    Um outro aspecto que a CMP deve ter em conta é a conclusão do estacionamento em frente Pão Quente a entrada de Palmarejo, marcando de forma clara a passadeira e criando estacionamento horizontal com marca no pavimento, ao invés do estacionamento em forma obliqua, que cria congestionamento e caos no local, sobretudo nas horas de ponta.

    Se a mudança da paragem de TCUP a saída de Palmarejo foi uma boa medida, esta está desvirtuada devido ao problema atro citado.

    As autoridades de fiscalização, sobretudo a PN transito, pede-se que seja fiscalizado os condutores dos autocarros de TCUP, obrigando-os a deixar/apanhar passageiros somente nas paragens devidamente sinalizadas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.