João José Semedo Lopes é novo Presidente da Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade

18/10/2016 08:50 - Modificado em 18/10/2016 08:50
| Comentários fechados em João José Semedo Lopes é novo Presidente da Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade

logotipo a coresO sociólogo João José Semedo Lopes substituiu Vanusa Cardoso no cargo de Presidente da Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade.

 

João José Semedo Lopes é licenciado em Sociologia pela Universidade Nova de Lisboa e coordenava os Centros de Terceira Idade da Câmara Municipal da Praia e passou agora a desempenhar o cargo de Presidente da Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade.

A Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade foi inaugurada a 05 de Julho de 1976, por ocasião da celebração do 1° aniversário da independência de Cabo Verde. Recebeu o nome de “Gulbenkian”, em homenagem à Fundação Calouste Gulbenkian, que segundo consta financiou a sua construção.

O Jardim Gulbenkian pertence à Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade, umas das instituições pioneiras do ensino pré-escolar em Cabo Verde, que actualmente tem 10 jardins infantis, em seis ilhas de Cabo Verde.

O edifício do Jardim Gulbenkian é um dos maiores do país a nível da educação pré-escolar. Actualmente, além da educação pré-escolar, Gulbenkian oferece também as vertentes creche e OTL.

Recorda-se que a Fundação Cabo-verdiana para a Solidariedade (FCS) é uma organização de assistência multiforme e sustentável às camadas mais vulneráveis da população e que trabalha em vários domínios, entre eles, com projectos ligados à protecção infantil, para pessoas infectadas ou afectadas pelo HIV-SIDA, entre outros sectores.

A FCS foi criada para substituir o Instituto Cabo-verdiano de Solidariedade (ICS), fundado nas vésperas da independência do arquipélago para angariar meios no país e no estrangeiro visando a realização de actividades de carácter social.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.