Lazareto: um cheiro pestilento que as autoridades ignoram

18/10/2016 08:42 - Modificado em 18/10/2016 08:42

lazareto6Gualberto do Rosário, ex-Primeiro-ministro, num post na sua página do FB chama a atenção para o cheiro nauseabundo provocado pela FRESCOMAR no Lazareto. Um assunto denunciado várias vezes por este jornal, mas que ninguém faz nada, como se não acontecesse nada. Isto para o desespero da população do Lazareto que é a única que sofre pois o local é um ex-lazareto, local onde se colocavam os leprosos, pois o vento nunca sopra em direcção da cidade e assim ficava tudo na paz.

Passados vários anos após o fim do lazareto chega uma fábrica para tirar benefício do local e da natureza do vento. Pois se o vento soprasse na direcção da cidade, certamente o problema já estaria resolvido. Mas hoje sopra na direcção de um aeroporto internacional oferecendo aos visitantes umas boas vindas de…. caca e ninguém faz nada.

 

ES

Post; AS AUTORIDADES DO MINDELO ESTÃO LÁ PARA OS LADOS DO LAZARETO, EM DECOMPOSIÇÃO

A ilha de São Vicente ficou sem autoridade. De uma assentada perdeu o Delegado de Saúde, o Delegado do Ministério do Ambiente, o Presidente da Câmara Municipal e Vereadores e o Chefe da Polícia. Todos faleceram lá para os lados do Lazareto. Por isso, o cheiro pestilento que provém da referida localidade e atravessa todo o vale de São Pedro. Quando se sai do avião, são as saudações que se recebem: esse cheiro verdadeiramente pestilento da decomposição dos cadáveres das autoridades. Cheiro insuportável que nos acompanha até à cidade. Esse cheiro já foi consumido até por Ministros.

Ninguém diz nada, ninguém faz nada, porque nada há a fazer contra a decomposição das autoridades.

Se fosse na Europa, os responsáveis tinham sido multados, e pesadamente. Os responsáveis por tamanha agressão ao ambiente e aos nossos narizes e estômagos tinham sido presos. E a chaminé que emite esse cheiro pestilento tinha sido encerrada. Mas na Europa as autoridades não se decompõem e há políticos a sério e uma sociedade civil activa.

Aqui é o oposto.

  1. artur silva

    quantas vezes já fomos à câmara falar sobre este problema? e a fábrica de ração atraz da frescomar? e os esgotos que estão a vazar mais uma vez? talvez por ser um poderoso ex governante que faz a chamada de atenção, as autoridades políticas e sanitárias da ilha venham a pensar numa reunião ou encontro bem regado – claro – para pensarem numa proposta de solução para este problema ambiental gravíssimo

  2. TODOS JUNTOS

    o Delegado de Saúde, o Delegado do Ministério do Ambiente, o Presidente da Câmara Municipal e Vereadores e o Chefe da Polícia. TODOS JUNTOS SÃO MAIS FORTES

  3. JOSÉ LOPES

    Não podemos esquecer que esse cheiro pestilento atinge também o povoado de são pedro e o Hotel Foya Branca…
    Quase precisamos de novos estudos do impacto ambiental para o Aeroporto Internacional Cesária Évora, Hotel Foya branca e Povoado de São Pedro…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.