Dia Nacional da Cultura celebrado em São Vicente com diversas actividades

18/10/2016 08:39 - Modificado em 18/10/2016 08:39
| Comentários fechados em Dia Nacional da Cultura celebrado em São Vicente com diversas actividades

abraao_mindelo1Este ano, segundo informações do Director Nacional das Artes, Ivan Santos, o Dia Nacional da Cultura e das Comunidades será celebrado de forma “descentralizada”. Em São Vicente, haverá uma acção conjunta com as diferentes esferas da sociedade de forma a celebrar o dia.

 

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC), com esta acção conjunta denominada “Lançar Redes”, pretende criar uma rede que nos leve a pensar, a actuar, a divulgar, a participar, a formar e a partilhar sinergias num movimento global.

“Uma rede cujas malhas são os espaços que vão entrando em sintonia, criando assim a polifonia do Mindelo. Um leque que se vai abrindo, incluindo novas ideias, novas propostas. Este pode vir a ser usado para fins diversos – ele vai renovando e inventando novos espaços e novas propostas de actuação cultural na ilha”, escreve na sua página do MCIC.

O Museu do Mar, o Mercado Municipal, a ALAIM, recebem algumas das actividades do dia.

Na Praça Nova, Rádio Hobo, (Liber Artista), em plena sintonia com os sons do mundo, a fazer-nos lembrar a antiga rádio. De seguida, Street Dance n’Praça, grupos de dança para encherem de gestos e movimentos enérgicos.

No Coreto, as vozes que tocam a alma. Mornas e Coladeiras cantadas a quatro vozes, o “COR-eto” ganha cor e tom, para de seguida formar uma procissão até ao pátio do CNAD, onde nos espera uma feira de versos lançados tal ardina.

No Núcleo Museológico Cesária Évora, recordações e músicas enchem o espaço numa melodia à Diva.

No Centro Cultural do Mindelo, “Flam Poesia”, a força da métrica, o ritmo das palavras, no mesmo espaço o som dos violinos a chorar.

Na Galeria Nhô Djunga e na Jazzy Bird, temos Tocatina pela noite adentro, já na Alternativa, a tertúlia cujo tema é Cultura, deleitosamente partilhada por pessoas com vidas feitas nesta trincheira criativa.

No Centro Cultural Português temos o Universo de Eugénio Tavares discutido entre gerações. No Zero Point Art, a magia em cena com o Mágico das Ilhas.

Na Alliance Fraiçaise, temos “Prato Composto”, música e comida, para uma boa degustação à cabo-verdiana.

No Quintal das Artes, temos “Gala Nôs Música”, para fechar o longo ciclo deste dia em Rede, que esperamos que seja uma boa viagem…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.