PR chamou o MAI para saber das medidas para combater a criminalidade urbana

18/10/2016 08:21 - Modificado em 18/10/2016 08:21

cena crimeA criminalidade continua na ordem do dia dos actores políticos em Cabo Verde. O Governo anunciou várias medidas que no seu entender vão contribuir para reduzir ou estancar os índices de criminalidade que são considerados preocupantes. Mas os cidadãos dizem que estão cansados de intenções e que querem ver resultados. Porque enquanto se fala todos os dias, os órgãos da comunicação continuam a informar de crimes que ocorrerem nas nossas comunidades.

 

O Presidente da República veio dizer que os níveis de criminalidade não são suportáveis. E, para mostrar o seu empenho neste problema, recebeu, ontem o Ministro da Administração Interna, Paulo Rocha para se inteirar das medidas que o Governo está a tomar em relação à criminalidade urbana no país.

Paulo Rocha disse à Inforpress que indicou ao PR que as medidas têm estado a ser implementadas há já algum tempo e que algumas “estão a ter efeitos imediatos e outras surtirão efeitos ao longo do tempo”. Conclui dizendo que “a insegurança urbana é um problema complexo e este Governo pretende trabalhar nas causas”, para conter “o fenómeno da criminalidade. E que por isso, o Governo não pretende resolver o problema da segurança urbana com medidas de polícia”.

LC/FP

 

 

 

  1. Senhores Jornalista, espero que isso seja, a intenção jornalistica ou pelomenos erro jornalistico, por que não acrdito que a PR ou MAI, disse que não vai combater criminalidade com medida de policia. Naturamente que não deve ser empregue apenas medidas de polica, mas que que devm ler levado em consideração, as medidas de policia, como forma de minimiza esta maldição, isso não tenho divida, até por que se isso não acontcer será um erro muito grave e deficilmente irão contecer.

  2. descontente

    Mais um em Achada Eugénio Lima, via pública.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.