Achada Grande Trás: Moradores sem paz devido a sucessivas brigas entre grupos rivais

17/10/2016 08:03 - Modificado em 17/10/2016 08:03
| Comentários fechados em Achada Grande Trás: Moradores sem paz devido a sucessivas brigas entre grupos rivais

agressãoOs moradores da zona de Achada Grande Trás, na cidade da Praia, não têm tido sossego mesmo estando dentro das próprias residências. Segundo os mesmos, acontecem frequentemente confrontos violentos entre grupos rivais “thugs” tirando a paz aos que ali vivem. Convivemos diariamente com barulho e disparos de arma de fogo. As nossas casas são muitas vezes apedrejadas sem qualquer motivo. Os entrevistados que dizem viver momentos de terror, apelam pelo patrulhamento constante da zona e punição dos infractores.

 

Regista-se um clima de tensão e insegurança na zona de Achada Grande Trás impedindo assim a livre circulação de pessoas. A falta de segurança, os assaltos frequentes, as brigas entre grupos rivais são alguns dos problemas apontados pelos moradores.

Saturada com a situação, a moradora Nanda resolveu procurar uma zona mais tranquila para viver. “Não temos sossego dentro das nossas casas, porque de forma forçada foi-nos retirado esse direito. Temos uma invasão de “thugs”, disparos de armas de fogo, brigas com garrafas e pedras, tirando o nosso sossego mesmo dentro das nossas casas”, desabafa a moradora preocupada com a situação.

Segundo os entrevistados, os conflitos entre grupos rivais nesse bairro têm sido frequentes. Porém, alguns dos delinquentes acabam por ser detidos pela Polícia mas, “momentos depois, estão de regresso para aterrorizar os moradores, porque a Justiça não toma medidas sérias, antes de se cometerem homicídios”.

Adilson afirma que os assaltos contra pessoas e residências têm-se tornado frequentes e a violência é cada vez maior. “O nosso bairro está cada vez mais violento. Somos roubados até mesmo ao sairmos de casa”, desabafou.

Agastados com o aumento da delinquência juvenil, os moradores apelam pela punição dos marginais e por uma maior protecção por parte da Polícia Nacional, assegurando a cobertura atempada.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.