Rosa Rocha: “Aníbal Fonseca está a fabricar desculpas para justificar eventuais fracassos”

11/10/2016 08:20 - Modificado em 11/10/2016 08:20
| Comentários fechados em Rosa Rocha: “Aníbal Fonseca está a fabricar desculpas para justificar eventuais fracassos”

rosa rocha pnA ex-presidente da Câmara Municipal do Porto Novo (CMP), Rosa Rocha, refuta as acusações do actual presidente da Camara Municipal do Porto Novo  que a acusa de gestão danosa e de usar verbas municipais para outros fins. Assegura que trata-se de desculpas do presidente e que a nova equipa camarária ter-se-á confundido pois, tais actos foram praticados pela equipa  que estava a frente da CMPN a que Anibal fez parte até 2012.

 

A presidente cessante assegura que “ a CMP é uma instituição organizada e a funcionar na normalidade, com os  salários de Setembro pagos, com saldos bancários positivos”, logo trata-se de desculpas do seu sucessor para justificar os possíveis fracassos com a sua gestão e considera que a sua equipa camarária começou muito mal o seu mandato, pois está munida de “má fé e de arrogância “ diz Rosa Rocha à Inforpress. Esta acredita que a nova equipa da câmara deve centra-se “naquilo que é importante e essencial que é trabalhar, arduamente, para o desenvolvimento do Porto Novo”, em vez de acusações que a mesma afirma serem totalmente falsas.

Todavia, Rosa Rocha, acredita que é normal o pedido de inspecção à gestão anterior, mas garante que “a nova equipa recebe uma câmara municipal e um município muito melhor, com o Plano Director Municipal (PDM) e outros instrumentos de planeamento e gestão aprovados, sem nenhuma despesa ilegal em cofre, com grandes obras realizadas, com obras em curso, com vários projectos em carteira, alguns dos quais com financiamento garantido”. Ainda a ex-presidente relembra ao edil da CMP que nos últimos quatro anos foram enviadas as contas de gerência ao Tribunal de Contas para julgamento e recebeu várias missões dos Ministérios das Fianças e da tutela administrativa, tendo sido ainda “alvo” de auditoria do Tribunal de Contas em 2015.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.