Adir termina carreira de futebol no Mindelense

10/10/2016 08:30 - Modificado em 10/10/2016 08:30

received_1130565660352762Adir da Graça, avançado do Mindelense deixa a carreira de futebol para abraçar o cargo de Vereador do Desporto, Juventude, Habitação e Promoção Social na Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau.

 

Formado em Serviço Social, pela Universidade Lusófona de Cabo Verde, Adir deixa assim o futebol, depois da lesão sofrida na primeira mão da final do campeonato nacional, em São Vicente contra a Académica do Porto Novo, diz que surgiu uma oportunidade na politica e não sendo possível conciliar ambos, optou por deixar o desporto que tanto ama e a equipa que representou nos estes últimos sete (07) anos, o Mindelense.

Natural do Tarrafal de São Nicolau começou a jogar na equipa do F.C. Praia Branca, com apenas 15 anos. Uma equipa da sua zona e por estar no inicio da sua carreira optou por começar a jogar numa equipa que não era assim tão forte, conforme confidenciou. Na altura, segundo refere, o Ultramarina era muito forte, tinha bons jogadores, experientes e mais velhos e não tinha possibilidade de lá jogar. Apesar de ser uma equipa com um patamar, não muito alto, este afirma que foi uma experiência boa.

Depois de jogar pelo Praia Branca rumou ao Ultramarina e depois no exército jogou pelo Desportivo da Praia e no regresso a sua ilha voltou a rumar para a ilha de Santiago onde começou a jogar pelos Travadores.

De regresso a São Nicolau depois de duas temporadas em ao serviço dos Travadores ingressou de novo na equipa do Ultramarina e num jogo contra o Mindelense, na fase de grupos, onde ele e o irmão fizeram um bom jogo, foram abordados pelos tetra campeões nacionais e desde da época 2009/10, está no clube, onde já foi campeão regional quatro vezes e nacional cinco vezes, é tetra campeão nacional, pelos “Leões da Rua da Praia”.

Depois da conquista do seu primeiro título nacional, ele descreve a sensação com muita emoção, e conforme diz “depois de tantos anos no futebol já estava a imaginar que nunca iria conseguir conquistar um título de campeão nacional”. “Era um sonho que tinha desde criança e consegui. Foi uma época brilhante para mim e para os meus colegas e não vou esquecer disso”.

Em São Nicolau venceu quatro campeonatos regionais pelo Ultramarina.

NN: Durante esses anos a jogar no Mindelense, achas que conseguiste a confiança dos adeptos?

Sim. No primeiro ano tive algumas dificuldades porque não conhecia o futebol praticado em São Vicente. Mas já na segunda época, tive mais oportunidades, consegui fazer uma boa época, fruto de muito trabalho, porque quero entrar para ganhar. Sinto muito acarinhado pelos adeptos, sócios e colegas no Mindelense.

Apesar de uma grande carreira como futebolista, ficou ainda a faltar no currículum uma chamada a selecção nacional, algo que sempre ambicionou e que com muita pena nunca chegou.

NN: Como foi jogar com o seu irmão na mesma equipa?

É uma coisa diferente. Jogamos muito tempo juntos, jogamos juntos na Ultramarina. No primeiro ano no Mindelense voltamos a jogar de novo. É bom, entendemos muito bem e senti feliz a jogar com o meu irmão.

NN: Em relação aos estudos. Como foi concilia-los com o futebol?

Foi difícil, mas temos que lutar porque nada cai do céu. Fiz muitos sacrifícios para lidar com o futebol e os estudos. Muita força de vontade para poder ter conseguido o que consegui até agora. Se não tivesse vindo para São Vicente, provavelmente não estaria a estudar. Estive na universidade por causa do futebol.

Com o término de carreira fica o amor pelo Mindelense, o carinho que conseguiu dos adeptos e o respeito dos colegas. Emocionado diz que este é um clube que irá ficar para sempre no seu coração.

Clubes onde jogou: F.C. Praia Branca, Ultramarina, Travadores, Mindelense e Desportivo da Praia

Palmares: 4 campeonatos de São Nicolau, 4 campeonatos de S. Vicente, 5 campeonatos Nacional de Futebol, 3 Taça São Vicente e 4 Supertaça.

  1. Dje Guebara

    A honra è sempre bem vista para alguèm que o mereça. Boa sorte e muito obrigado por toda a dedicação e o empenho para o bem do futebol das nossas ilhas, especialmente para o clube dos meus amores ” Midelense” de todos nòs. Desde da Florida um Mindelense do coração te deseja saùde e longa vida. Djê Guebara.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.