Várzea: Água estagnada e vazamento de esgoto preocupam moradores

10/10/2016 08:20 - Modificado em 10/10/2016 08:20
| Comentários fechados em Várzea: Água estagnada e vazamento de esgoto preocupam moradores

agua-estagnadaA água estagnada das chuvas numa vala tem deixado os moradores da localidade da Várzea bastante preocupados. O problema ficou ainda pior devido ao rebentamento de um esgoto que trouxe um cheiro nauseabundo e uma nuvem de mosquitos. Preocupados com os riscos para a saúde pública, os entrevistados quiseram denunciar a situação vivida há vários dias. Os mesmos dizem ter accionado as autoridades que prometeram resolver a situação mas que, até ao momento, não houve qualquer intervenção

 

Os moradores do bairro da Várzea estão preocupados com a acumulação de água numa vala localizada ao lado das suas residências e próxima da Escola Cónego Jacinto. Segundo os moradores, nos últimos meses a água parada tem sido um problema constante nesta zona, aumentando o risco de proliferação de mosquitos.

Confrontados com a situação, os residentes consideram grave a situação que vivem na zona. Os moradores queixam-se do mau cheiro provocado pelo lixo e pela água estagnada, colocando em risco a saúde dos mesmos.

Preocupada, Alicia Moreno, mãe de um recém-nascido diz que há já alguns anos que os moradores sofrem com a água das chuvas estagnada: “muita água, lixo e nós não conseguimos sequer respirar. A água está verde e nós não podemos continuar nesta situação”.

Lena, uma das moradoras, diz que não podem suportar mais a situação, pois crianças e jovens foram picados por mosquitos. “A situação é mesmo séria. Não temos sossego dentro das nossas casas, não podemos abrir as portas nem as janelas porque somos invadidos por mosquitos”.

“A água das chuvas veio juntar-se ao vazamento do esgoto provocando um cheiro nauseabundo e um aumento de mosquitos”, acrescenta Eneida Lima. O problema é do conhecimento das autoridades sanitárias, contudo, “ainda aguardamos pela chegada das autoridades da saúde”.

Os moradores pedem uma intervenção mais urgente a quem de direito.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.