Santo Antão: “Estado de anormalidade devido às chuvas exige intervenção do Estado”

6/10/2016 07:46 - Modificado em 6/10/2016 07:46
| Comentários fechados em Santo Antão: “Estado de anormalidade devido às chuvas exige intervenção do Estado”

ulisses silvaO Primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, assegura que será declarado o estado de calamidade pública de Santo Antão, isto após as últimas enxurradas que provocaram estragos avultados na ilha onde houve destruição de estradas e famílias desalojadas, sendo que medidas urgentes se exigem para com a ilha que foi uma das mais prejudicadas com as últimas chuvas.

 

Hoje, no Conselho de Ministros é decretado o estado de calamidade pública de Santo Antão para que se possa retomar a normalidade na ilha. Assim sendo, o 1º Ministro Ulisses Correia e Silva, assegura que o Governo está a trabalhar para que seja feita a reconstrução das estradas danificadas, tendo em vista obras de reposição e requalificação.

As últimas chuvas que fustigaram a ilha de Santo Antão provocaram avultados danos para preocupação do Governo, dos Presidentes de Câmara e da população que até hoje sofre com os estragos nas estradas, nas redes eléctricas e de comunicação e com famílias desalojadas.

A situação anormal e de caos em Santo Antão exige a mão do Estado de Cabo Verde para o desenvolvimento de acções de ajuda para a recuperação da normalidade na ilha, frisa Ulisses Correia e Silva durante a cerimónia de empossamento dos novos órgãos da Câmara e Assembleia Municipais de São Vicente.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.