Jorge Carlos Fonseca: Defende reforço das autoridades policiais para combater a criminalidade

29/09/2016 07:37 - Modificado em 29/09/2016 07:37

jcfJorge Carlos Fonseca mostra-se preocupado com o aumento da criminalidade no País. Para isso, o candidato à Presidência da República defende uma política de reforço das autoridades policiais e da cooperação internacional. Caso for reeleito, Fonseca promete continuar a fiscalizar a Constituição embora existam outros poderes que também o possam fazer.

 

O candidato à Presidência da República defende ainda que o agravamento das penas não parece ser a solução para responder aos crimes, mas sim um conjunto de medidas a serem tomadas. Citando algumas medidas, Jorge Carlos Fonseca aponta “o reforço importante dos meios logísticos, operacionais, técnicos e científicos das polícias de exibição criminal, nomeadamente a Polícia Judiciária”.

Salienta o candidato, o reforço dos meios da Polícia de Ordem Pública e de uma nova metodologia de aproximação em relação à comunidade no trabalho de prevenção da criminalidade.

O reforço da cooperação internacional em matéria judicial internacional, penal e do processo penal. O mesmo defende o uso da fiscalização sucessiva e preventiva, mas lembra que ainda existem outros actores políticos que têm o poder e o dever de fiscalizar a Constituição.

  1. Jorge Carlos Fonseca anunciando a sua mensagem positiva com ética, tem estilo de Presidente, enquanto o Titota não tem mensagem, pelo que a sua mensagem é denegrir a imagem do nosso Presidente Jorge Carlos Fonseca. Mas o Titota pode ser presidente mas é de Associação de Uril.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.