Atendimento no BCA e CAIXA: antipatia, arrogância e sem paciência

14/09/2012 02:00 - Modificado em 14/09/2012 02:00

O NN foi ouvir a opinião dos utentes e todos os bancos em São Vicente são criticados por causa do tempo de espera e pela arrogância dos funcionários.

 

Para o presidente da ADECO o BCA está na lista negra no atendimento público em São Vicente. O NN foi conferir de perto. À porta do BCA, de Monte Sossego, encontramos Helena Brito, doméstica e cliente, à espera da sua vez para ser atendida. Disse que já estava há muito tempo á espera de chegar a sua vez “venho neste banco, porque fica mais perto da minha casa, mas espero durante muitas horas para ser atendida”. Para o melhor funcionamento do BCA Helena Brito deixa um conselho ao gerente “deveriam colocar os três balcões a funcionarem, porque há muita gente para ser atendida e pouca gente no balcão”.

Um aspecto positivo no atendimento é que sempre que chega a sua vez é bem atendida “ não tenho razões de queixa no atendimento porque tratam-me sempre bem e dão-me as informações que preciso, para mim são simpáticos”.

 

Arrogância

Já António dos Santos, advogado, tem razões de queixa e não sabe onde está a morabeza que é a grande qualidade dos cabo-verdianos “o atendimento público disponibilizado no BCA, mas também em todos os bancos, mostra antipatia, falta de paciência, arrogância, falta de instrução e a uma necessidade de ter uma cultura de atendimento”.

António que é cliente do BCA e da Caixa Económica e sente que o atendimento público deixa muito a desejar e acusa os funcionários de serem arrogantes “o atendimento ,em ambos os bancos, é mau ou sofrível, o tempo de espera é insuportável em todas as horas, e isso está a deixar Cabo Verde estagnado, porque os turistas tem um mau olhar do atendimento público Filomena Fortes de chã de Alecrim (Platô), tem que pedir meio-dia de folga para dar algum expediente na Caixa Económica. Isto por causas das várias horas à espera de chegar o seu número “quando tenho alguma coisa para fazer na Caixa Económica peço meio-dia de folga, porque o tempo de espera é muito”. A arrogância dos funcionários é muita e Filomena concorda com António e acrescenta “ os funcionários não sabem que se estão a trabalhar é porque a empresa têm clientes, mas têm muita falta de competência e as vezes nem cumprimentam os utentes.”

A regra normal de Natalino é a mesma que Filomena: perder quase um dia de trabalho porque fica no banco “ vou por volta das 9horas tiro um número e passeio pela cidade inteira e quando volto ainda estão dez pessoas a minha frente  e só sou atendido depois das 13H”.  Natalino também considera que os funcionários do banco que utiliza são arrogantes “ atendem as pessoas de péssima qualidade e a cada dia isso está a piorar ,porque não cumprimentam, quando mais dar informações aos utentes”.

Os utentes ouvidos pelo NN para além de classificarem de péssimos os funcionários, também reclamam das condições físicas dos espaços: não existem cadeiras para todas as pessoas, a caixa económica e o BCA deveriam ter mais cadeiras para as pessoas sentarem-se visto que passam quase muito tempo  á espera da sua vez. “

Tentamos ouvir a gerência do BCA e da Caixa Económica, sobre estas reclamações, mas ainda não conseguimos uma reacção .

  1. Carla Neves

    se escolhe-cem pessoas qualificadas na área teriam boas opiniões dos cliente mas como escolhe por amizades ou por algo parecido depois tira resultados como esses . não é só isso tb as vezes fazem isso porque não a concorrência agressiva .
    isso é falta de profissionalismo na área ,

  2. Nunes

    Normalmente os bancos pensam que estão fazendo um favor, por isso esse atendimento de oéssima qualidade, sugestão: Aos clientes que tanto reclamam que parem de utilizar esses agentes financeiros e procurem utilizar outros bancos que existem em Cabo Verde e com certeza acharão um que dê um atendimento a altura.

  3. quintino

    deixo aqui uma notícia bombástica.
    ENAPOR EM POLVOROSA. Já há contactos com os sindicatos para uma greve geral dos trabalhadores de quadro. será a primeira vez na história da empresa. O ambiente laboral nunca esteve tão mau. Todos os trabalhadores estão descontentes e desmotivados. alguns motivos: exigencia de novo concelho de amdinistração; aumento salarial de 2012, horário único, aprovação do novo pccs ( à espera desde 2007). mas a paciência esgotou-se com um organigrama considerado absurdo.

  4. Gisela

    Titulo da noticia mal formulada com tendencia a prejudicar o BCA. Porque é que a Caixa não aperece também no título?

  5. Pedro Rogério Delgad

    CIDADANIA E DIREITO. Gostei disto! O BCA deve ficar contente com a critica construtiva do género para que melhore cada vez mais a sua prestação dos seus serviços aos seus clientes, sob pena de dar preferência a outros bancos concorrentes. Os funcionários sabem que só garantirão os seus empregos, desde que concorram para a eficácia administrativa do seu empregador.

  6. Anonimus

    Jornalismo sem contraditório é pasquim! Favor publicar mesmo sendo anonimo como o autor da noticia! Tenha peito Eduino. Com a melhor das intenções…..ou seja melhorar a vossa prestação a bem dos leitores.
    Muito obrigado pela atenção e fair play!

  7. jackson

    nos bancos em cv, é assim, senta-se um funcionário, levanta outro para ir tomar o lanche, se calhar o pequeno-almoço, ou então o almoço.
    o atendimento é muito, mas muito moroso mesmo, e poderia ser pior se não existissem os cartões multibanco. no geral o atendimento em cv é de péssima qualidade.

  8. Sandra Resende

    A esperança é que isto um dia mude, porque os Cabo-Verdianos merecem um serviço de qualidade no atendimento.
    Infelizmente as empresas em Cabo Verde, ainda não se aperceberam da importância do serviço do atendimento para os seus negócios e como isso poderia contribuir positivamente tanto na capitalização de mais clientes como na melhoria da satisfação destes clientes.
    Por isso deixo aqui uma sugestão:
    A ENÉRGICA-Assessoria e formação, tem um programa interessante para formar profissionais do atendimento ao público em todo o país, eu fiz a formação e recomendo.
    energicacaboverde@sapo.cv

  9. eduino santos

    Anonimus desatento

    Caro voce está desatento ou de má fé. Não leu no fim da noticia que contactamos os gerentes da CAIXA e do BCA no Mindelo . Então acha que não devemos fazer noticias porque o sujeito visado não presta declarações evitando que se faça o contraditório ?Cumprimos a regra e fizemos o contacto com os visados não quiseram responder . Publicamos e estamos á espera que respondam. O direito ao contraditório não pode prevalecer sobre o direito de informar e ser informado .

  10. Leitor Atento

    Acho que o atendimento em CV deixa mto a desejar e há necessidade de uma reciclagem no atendimento, apesar de achar que está melhorando a cada dia. Com relação aos bancos o que está a passar é que nós clientes não estamos a ajudar, porque com todos os serviços disponibilizados pelos bancos, continuamos a ir ao balcão levantar 1.000$, por ex.:, se temos o cartão Vinti4. Acho que nós clientes temos que fazer uma reflexão nesse sentido. Agora que há necessidade de melhor o atendimento isso é verdade

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.