Santo Antão: Electra espera restabelecer energia eléctrica na ilha a partir da central única

23/09/2016 08:09 - Modificado em 23/09/2016 08:09
| Comentários fechados em Santo Antão: Electra espera restabelecer energia eléctrica na ilha a partir da central única

luzA Empresa de Electricidade e Água (Electra) espera, ainda hoje, restabelecer, “com normalidade possível”, o fornecimento de energia eléctrica em Santo Antão, onde grande parte da ilha está às escuras há dois dias devido às cheias que fustigaram a região.

 

O representante da Electra em Santo Antão, Osvaldino Silva, explicou que as chuvas que caíram intensamente nos últimos dias nesta ilha, provocaram derrocadas de muitas estradas e, consequentemente, a danificação da rede de média tensão nos três municípios, situação que, há dois dias, priva grande parte da ilha da energia eléctrica.

O restauro da energia a toda a ilha “levará algum tempo”, mas Osvaldino Silva disse esperar, ainda esta quinta-feira, normalizar a situação nas cidades das Pombas, da Ribeira Grande, da Ponta do Sol e no interior dos vales do Paul e da Ribeira Grande, graças ao esforço que está a ser despendido pelos técnicos da ELECTRA para que as avarias sejam reparadas o quanto antes possível.

Também no Porto Novo, todo o interior deste Município ficou afectado mas, esta quarta-feira, a Electra conseguiu restaurar a energia em Lajedos, Cabouco Silva e Tarrafal Monte Trigo, esperando, nos próximos dias, normalizar a situação em Ribeira das Patas, Alto Mira, Jorge Luís, Ribeira da Cruz e Martiene.

Conforme Osvaldino Silva afirmou, já foi detectada a avaria no interior do Porto Novo, mas o facto de ainda estar a correr água na ribeira onde foi identificado o problema está a dificultar a intervenção dos técnicos da empresa e, consequentemente, a reposição da energia a todas as povoações.

“Enquanto a água estiver a correr nessa ribeira não poderemos fazer nada”, explicou.

“Neste momento, estamos a criar as condições para que a energia seja reposta, com a brevidade possível. A partir daí, vamos dar atenção aos dorsais secundários”, avançou este responsável, informando que antes das cheias dos últimos dias, já havia problemas em Janela, Ponta do Sol, Fontainhas, Pinhão e Costa Leste.

Inforpress

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.