CNE apela à eleição participada

23/09/2016 08:06 - Modificado em 23/09/2016 08:06
| Comentários fechados em CNE apela à eleição participada

voto10A CNE espera que as eleições presidenciais de 2 de Outubro sejam mais organizadas e aperfeiçoadas a nível da logística. Estes itens estão dentro do poder da CNE, por isso, mostra confiança que serão melhorados os aspectos acima mencionados. Mas o apelo é que estas eleições sejam mais participativas.

 

“Como habitualmente, esperamos que sejam eleições tranquilas e ordeiras. E esperamos que sejam eleições participadas, que os eleitores não fiquem em casa mas vão às urnas escolher o mais alto representante da Nação”, apela a Presidente da CNE, Maria do Rosário Pereira.

Nas últimas eleições autárquicas a abstenção foi de 41,6 por cento.

Como anuncia a CNE, para estas eleições presidenciais estão inscritos 314.073 eleitores no território nacional, aos quais se acrescentam mais 47.133 eleitores inscritos na diáspora. Desta forma, o universo eleitoral já está fixado.

A CNE acrescenta ainda que estas eleições serão alvo de observação por parte da CEDEAO. No momento, já se encontram dez observadores no País, aos quais se irão juntar mais quarenta observadores no dia 26 de Setembro, totalizando 50 observadores da CEDEAO para acompanharem estas eleições.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.