TACV e IFH o calcanhar de Aquiles que JMN deixou a Olavo Correia

22/09/2016 07:37 - Modificado em 22/09/2016 07:37
| Comentários fechados em TACV e IFH o calcanhar de Aquiles que JMN deixou a Olavo Correia

tacvO Ministro das Finanças, Olavo Correia, acredita que a promoção do crescimento económico de Cabo Verde passa pela resolução das pastas dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) e da Imobiliária Fundiária e Habitat (IFH), uma vez que estas empresas tiram recursos ao Estado.

 

“Temos problemas emergentes e ingentes no contexto actual que têm a ver com a gestão dos recursos que a TACV e a Imobiliária Fundiária e Habitat (IFH) demandam ao Estado, o que representa um risco fiscal importante e retiram recursos que são importantes para a promoção do crescimento económico”, afirma o Ministro das Finanças. O mesmo adianta ainda, em entrevista à Inforpress, que o Governo ao resolver os pendentes daquelas empresas permitirá maior equilíbrio orçamental.

Olavo Correia acredita que para o desenvolvimento de Cabo Verde, será necessário aumentar as receitas do Estado, fazer contenção das despesas e promover o crescimento económico do sector privado. O Ministro das Finanças adianta ainda que está a trabalhar numa solução interna e externa para reformatar todo o programa do “ Casa para Todos”. O Governo também está focado no processo de privatizações da Cabnave, da Electra e da ASA, empresas que considera “importantes” para o desenvolvimento económico do País.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.