Presidenciais: UCID não apoia nenhum candidato, mas Monteiro apoia JCF

21/09/2016 07:35 - Modificado em 21/09/2016 07:35

antonio monteiro ucidA UCID, no que diz respeito às eleições presidenciais, adopta uma posição neutra e não apoia nenhum dos candidatos, dando liberdade de voto aos seus militantes. Lucas Monteiro, membro do Conselho Nacional do Partido, adianta que os militantes têm o dever de escolher o candidato que reúne as melhores condições em termos de experiência política, reconhecimento e qualidades para conduzir os destinos da Nação nos próximos cinco anos.

 

“A UCID, pela sua posição nas eleições legislativas e pelo lugar que lhe coube nas eleições autárquicas, tem a obrigação de pensar maduramente nas responsabilidades que impelem sobre o partido como represente de uma larga faixa da população. Face à conjuntura política neste momento, e visto que não podemos mudar a situação, o repto é mantermo-nos calmos sem dar indicação a nenhum candidato”.

 

A posição do partido e o do seu Presidente

O Presidente do partido, António Monteiro, manifestou publicamente o seu apoio ao candidato Jorge Carlos Fonseca, ficando assim duas posições: a do partido, que se manifesta agora publicamente, e a do Presidente do partido. Facto que Lucas Monteiro trata com normalidade, afirmando que a posição do partido é esta, de não dar indicação de voto, enquanto que o cidadão António Monteiro manifestou a sua posição.

“Aqui devo dizer está-se a exercer a liberdade de voto que estamos a dar neste momento. Talvez ele seja o primeiro a beneficiar dessa liberdade de voto, para que cada militante possa votar no candidato que tenha, de facto, as qualidades necessárias para desempenhar o cargo. Esta é a posição do partido”, reitera Lucas Monteiro.

A posição de António Monteiro, acrescenta Lucas Monteiro, é uma posição pessoal que não vincula nenhum militante. “De facto, procuramos sempre o equilíbrio e nem sempre podemos estar de acordo com o nosso Presidente. E se não fosse assim, seria um seguidismo. Temos de ouvir as pessoas e respeitar os militantes”.

Noutras eleições presidenciais, a UCID exerceu a sua influência para apoiar algumas candidaturas mas, agora, dá liberdade de voto aos seus militantes.

  1. O Monteiro já disse publicamente que apoia o candidato Jorge Carlos Fonseca, portanto é ele que comanda as rédeas, basta falar da Ucid logo aparece o António Monteiro, é o timoneiro da Ucid e as pessoas gostam do Monteiro e está tudo dito.

  2. ANTONIO

    INDA BZOT TITA BEM OIÁ ESS RATO TE FAZE CAMPANHA PE JCF .

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.