Ano lectivo 2016/17: Mudança de práticas de gestão e uma educação mais inclusiva

20/09/2016 07:17 - Modificado em 20/09/2016 07:17
| Comentários fechados em Ano lectivo 2016/17: Mudança de práticas de gestão e uma educação mais inclusiva

escola jovino santosSob o lema “Todas e todos, sem distinção de nenhuma ordem, têm direito a uma educação de qualidade”, iniciou o ano lectivo 2016/17 em Cabo Verde. Um ano que, como a Ministra da Educação Maritza Rosabal afirma, vai ser um ano de mudanças.

 

Do balanço das visitas que realizou a vários Concelhos, constatou práticas a que quer pôr termo já que, como adianta, são práticas que são excludentes e se manifestam na relação entre a escola e os estudantes, as famílias e as comunidades. Práticas que acabaram por ser normais.

Refere-se “a práticas correntes que vão desde o processo de matrícula à selecção dos estudantes em função do rendimento familiar e da sua condição física e mental. A exposição pública da condição socioeconómica das famílias ou ainda a transformação de actos administrativos destinados a garantir o acesso à educação em aparentes favores ou criação de dependência”.

Situações que a Ministra diz que quer pôr termo em nome de um livre acesso à educação por parte das crianças e dos jovens. Neste sentido, diz que o Ministério está empenhado em mecanismos de gestão de recursos humanos e, entre outras medidas, está a “a observância de princípios éticos de gestão”.

A sessão oficial de abertura do novo ano lectivo aconteceu na cidade de Assomada, onde a Ministra expôs outras medidas que vão ser levadas a cabo pelo Ministério. “Agiremos na requalificação das estruturas escolares, na obtenção de um ambiente educativo mais favorável à aprendizagem, na produção de material específico para as crianças com necessidades educativas especiais e na formação de recursos humanos que, para além do domínio teórico, tenham um saber específico para dar resposta a esta população”.

Com o objectivo de melhorar práticas educativas de gestão do sistema escolar e uma atenção às crianças com necessidades educativas especiais, arranca o início do novo ano lectivo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.