Magreza de manequins controversa na Semana da Moda de Londres

19/09/2016 08:57 - Modificado em 19/09/2016 08:57

ng7607847A visível magreza das manequins que desfilaram a coleção primavera / verão da marca de pronto-a-vestir da Versace volta a trazer a questão dos padrões de beleza no mundo da moda a debate.

Faces esquálidas, maçãs do rosto salientes, pernas esguias. Praticamente todas as manequins chocaram os que assistiram ao desfile da marca Versus Versace, este sábado, em Londres, pela sua excessiva magreza.

Exceção feita para Bella Hadid, a manequim e irmã de Gigi Hadid, que abriu o desfile, e que se distinguiu das demais por exibir um corpo mais curvilíneo. Esta não é a primeira vez que a casa Versace, liderada por Donatella, está envolvida numa polémica relacionada com os tamanhos das manequins.

Em 2011, a estilista recusou que a sua linha para a H&M fosse usada por “mulheres reais”, em vez de manequins”, numa sessão fotográfica.

A contratação de manequins excessivamente magras para desfiles de moda é um tema em debate há vários anos. França aprovou no ano passado uma lei para impor padrões nas “passerelles”, obrigando a que as profissionais tenham de apresentar um atestado médico comprovando o seu estado de saúde. O incumprimento pode gerar uma pena de seis meses de prisão ou multa até 75 mil euros.

jn.pt

  1. paulo curitiba

    AhAhAh parecem personagens do filme de zombies !!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.