Presidenciais: Joaquim Monteiro considera-se o melhor dos três candidatos

19/09/2016 08:01 - Modificado em 19/09/2016 08:01

joaquim monteiroJoaquim Monteiro, candidato à Presidência da República, assegura que desde 1975 Cabo Verde conseguiu provar à comunidade internacional que é viável e, por isso, também quer continuar a servir o País com a sua candidatura. 

 

Em Santo Antão, sua ilha natal, “Jack Monteiro” afirma que escolheu a ilha das montanhas para dar o pontapé de saída da sua campanha eleitoral, porque é onde se encontra o seu cordão umbilical e também porque sentiu que é seu direito e dever começar a transmitir a sua mensagem a partir dali.

Disse que em 2011 não teve tempo de visitar a sua ilha, mas que agora optou por iniciar o embate ali e, até hoje, estará em Santo Antão a percorrer os três Concelhos. Monteiro, com a sua forma simples de fazer campanha, assume-se como um candidato do povo, lema utilizado em 2011, “o candidato do povo, com o povo e para o povo cabo-verdiano” na sua primeira candidatura ao Palácio do Plateau.

Mostra-se orgulhoso do rumo que o País tomou desde a sua independência em 1975, afirmando que conseguiu contrariar todas as expectativas negativas sobre a sua “sobrevivência” e conseguiu provar à comunidade internacional que é um País viável.

No seu entender, será o próximo Presidente da República de Cabo Verde, porque reúne todas as condições necessárias para exercer o cargo. Considera, no entanto, ser o melhor dos três candidatos. Conforme afirma, o seu objectivo primordial é vencer as eleições e representar o povo e garante que caso não haja fraude há essa possibilidade.

De acordo com o programa das deslocações, a primeira semana de campanha eleitoral de Joaquim Jaime Monteiro será toda dedicada à Região Norte do País. Depois de Santo Antão, São Vicente acolhe o candidato durante dois dias e, em seguida, parte para São Nicolau e Sal.

Nascido a 21 de Agosto de 1940, Joaquim Jaime Monteiro tem como adversários o Presidente cessante, Jorge Carlos Fonseca, e Albertino Graça, actual Reitor da Universidade do Mindelo.

Depois da independência nacional proclamada em 1975, Joaquim Jaime Monteiro desempenhou as funções em Cabo Verde na qualidade de Director da Escola de Superação de Quadros Militares, exerceu também as funções de Coordenador Responsável do Projecto de Investigação Agro-industrial no extinto Ministério do Desenvolvimento Rural.

Na primeira corrida presidencial disputada em 2011 ao lado do Presidente cessante Jorge Carlos Fonseca, Manuel Inocêncio Sousa e de Aristides Lima, Joaquim Jaime Monteiro obteve 2.958 votos correspondentes a 1,84 por cento dos votos válidos.

 

  1. Silvino Silva

    Gostaria de saber quando e onde este senhor combateu pela independência de Cabo Verde. Em Cabo Verde não. Na Guiné Bissau não.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.