Padre diz que não deve haver casamento entre pessoas do mesmo sexo

16/09/2016 08:29 - Modificado em 16/09/2016 08:29

casamento-gayEm declarações à RCV, o Padre José Álvaro da Igreja católica defende que o casamento deve acontecer apenas entre pessoas do sexo oposto. Exclui o casamento homossexual considerando que “esse é um assunto em debate para outros sectores da sociedade.

 

Mas, para a Igreja católica, mantém-se a forte convicção que uma relação estável num matrimónio deve acontecer entre duas pessoas de sexos diferentes. “Por isso, defende que o casamento só poderá ocorrer entre homem e mulher”, ressalvando que “a igreja não é contra os homossexuais e um casamento entre pessoas do mesmo sexo não gera filhos e estes são importantes numa família”. De acordo com as declarações do Padre José Álvaro, “a crise da família não se resolve com a aceitação de coisas que carecem de fundamento antropológico”.

Esta posição vem na sequência de um post nas redes sociais que dava conta de um casamento gay na ilha da Brava.

  1. NS-1

    Muito bem senhor Padre. Não o conheço mas parabens pela coragem!
    Não sou contra essas pessoas até porque são pessoas sempre meigas, simpáticas, alegres, amigos fieis e não tenho nenhum problema em lidar com elas respeitando as suas opções e elas a minha. Até aí tudo bem. Mas não concordo quando começam a reivindicar casamentos legais porque considero que a sociedade não pode mudar as leis e os costumes milenares só para ser politicamente correcta. Acho até que algumas personalidades pelo mundo fora só se mostram favoráveis para parecerem boas pessoas e ganharem fama. Claro que sendo um assunto delicado aqueles que se posicionarem publicamente contra são mal vistos mas neste caso a opinião dos que são contra não é respeitada. Então estao a exigir que os outros sejam tolerantes quando todo aquele que se opinar contra o casamento gay é automaticamente atacado. Há muito oportunismo, hipocrisia e covardia nesta matéria.
    E sobre a adopção de crianças considero ainda pior pois a criança normalmente não escolhe ser adoptada por gays. Mas é claro que depois de crescer naquele meio vai acabar por achar normal mas isso não aconteceu de forma natural mas sim forçada pelas circunstâncias: Acham isso normal? SE ACEITARMOS O CASAMENTO GAY E A POSSIBILIDADE DOS CASAIS ADOPTAREM sob presteste de que eles nasceram assim Então abramos mais uma brecha para alguns pedófilos que sofrem de algum disturbio pois nasceram assim.

  2. Nita Fortes

    Se oficializam casamentos homosexuais têm de oficialzar casamento de boneca.

  3. Francisco Andrade

    Bem explicado

  4. ana

    Triste e atrevido!!! Quem são vocês: o senhor padre incluso. Quem são vocês para determinarem o que é bom ou não para as pessoas???? Todos hipócritas!!!! O normal mesmo para o padre e companhia é fazer o que estes dois tentam oficializar mas às escondidas como é hábito junto dos padres e restantes hipócritas.. Deixem as pessoas em paz. Longe o tempo em que o padre fica fazendo o que diz aos outros de não fazerem.
    Haja paciência!!!!

  5. João de Deus Soares

    Casar… acasalar… gerar…prociar… reproduzir… mas com esses nada a fazer.
    Cada um é livre de levar e de dar o que seu mas, sejamos coerentes e procurar consolidar coisa sérias. O acto de oficializar a união entre dois seres do mesmo sexo passa da aberração para decadência.

  6. ana

    Triste constatar que em cabo Verde ainda teme – se discussoes cujos sujeitos teem a ver com a igreja, padres etc., Censura!!! Bravo a vossa democracia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.