Vítor Osório: “O Estatuto da FCF não estatui a destituição dos seus órgãos”

15/09/2016 08:19 - Modificado em 15/09/2016 08:19

vitor-osorioEm reacção à carta entregue à Federação sobre a sua destituição, Vítor Osório mostra estranheza pelos argumentos apresentados pelo mandatário do documento onde evoca maus resultados da Selecção Nacional de Futebol.

 

De acordo com a nota dirigida aos meios de comunicação, este afirma que “ao tomar conhecimento do requerimento entregue em co-autoria pelo Presidente da ARF de Santiago Sul com mais 3 associações regionais, dirigido ao Presidente da Mesa da Assembleia-Geral, solicitando uma assembleia-geral extraordinária para, alegadamente, destituir os órgãos da FCF por causa de maus resultados da Selecção Nacional Sénior de Futebol, manifestamos a nossa estranheza pelos argumentos apresentados, porquanto o Estatuto da FCF não estatui, pelos motivos evocados, a destituição dos seus órgãos”.

Refere ainda que “de acordo com os Estatutos da FCF, no seu art. 20º dispõe que a destituição dos órgãos só pode ocorrer “por violação dos seus deveres estatuários”.

Daí que, é o entendimento do legislador que também partilhamos, que o resultado negativo do último jogo contra a Líbia não é, seguramente uma “violação grave” dos estatutos da FCF.

“O pedido formulado demonstra o total desconhecimento das normas de funcionamento da FCF e dos seus órgãos e denota por parte dos requerentes, “um comportamento mormente vil, de aproveitar o resultado de um jogo para vir, mais uma vez, atacar-me, como vêm fazendo desde que perdeu as eleições para Presidente da FCF e pedir a queda da FCF”.

Entretanto, o Presidente da Mesa da Assembleia-Geral deverá reagir sobre a legalidade e oportunidade desse requerimento, assegura.

  1. Observador

    Caro Sr.Presidente de FCF, cada vez que intervém se enterra mais o problema da FCF é reputacional causado pelo seu narcisismo, arrogância do seu actual presidente, enfim já diz o ditado o pior cego é aquele que não quer ver, como é o seu caso. Este seu comunicado é uma tentativa de fazer pressão ao órgão soberano que é a assembleia da FCF e descredibilizar aqueles que no passado, quando precisavas das associações para garantir esse lugar que não quer largar, em 2015 eram credíveis mas hoje já não são. Se puderes fazer (duvido) uma auto-avaliação da tua postura deste da tomada de posse e verás que és a origem do problema. Outra opção pedir ao seu colega de equipa especialista em sondagem que faça uma para perceber qual o sentimento actual dos Cabo-verdianos em relação a nossa a selecção.
    Sair, vais ter que sair, porque não irás reconhecer nunca que és o problema, o certo é que agora irás perseguir (tua especialidade) aos presidentes das associações dos não alinhados.
    Quando houver auditorias a aquelas contas do primeiro mandato é que o mundo irá desabar sobre a tua cabeça, pois será coisa de enviar a PGR .

  2. Américo B rito

    Sr Observador! Deixemos de caluniar pessoas na praça pública. Você deveria, primeiro, identificar-se e não esconder atrás de um falso observador. Só assim o problema, caso houver, terá solução porque desta forma a tua calunia será considerada.Caso o senhor não se identificar a tua conversa não passa de de ódio, malcriação, e falta de responsabilidade. Seja humano, não fantasma.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.