PN: Sindicato quer que o salário mínimo dos agentes seja 60 mil escudos

13/09/2016 08:13 - Modificado em 13/09/2016 08:13

pn5O Sindicato Nacional da Polícia (SINAPOL) quer que a partir de 2017 o salário mínimo dos agentes seja de 60.000$00 e uma proposta nesse sentido foi entregue esta semana ao Governo, garantiu José Barbosa, Presidente do sindicato do ramo.

 

Em exclusivo à Inforpress, José Barbosa disse que a proposta entregue ao Governo, através do Ministro da Administração Interna, visa estabelecer alguma “justiça” a nível da Polícia Nacional em matéria salarial, já  que, segundo ele, esta situação tem causado “alguma desmotivação no seio da classe”.

José Barbosa defende um salário “digno e condizente” com a natureza e função da Polícia Nacional e lamenta que esta não tenha uma “grelha salarial própria”.

Segundo ele, uma reforma só fará sentido se, de facto, trouxer melhorias não só na vertente da qualidade dos recursos humanos e materiais, mas também no que diz respeito ao salário digno.

“Existe uma discrepância na base salarial, pelo que há a necessidade urgente de se efectuar uma nivelação”, advoga o Presidente do SINAPOL, acrescentando  que este nivelamento tem que se situar nos 49.643$00, correspondentes ao que auferem, neste momento, os elementos da Polícia Marítima.

Recordou que actualmente os agentes da ordem pública recebem “basicamente” 44 mil escudos e os da Guarda Fiscal 40.000$00.

Para José Babosa, a nivelação da base salarial não significa a actualização e muito menos melhoria salarial no seio da Polícia Nacional.

“Além da nivelação, o sindicato vai exigir também uma actualização salarial”, afirmou o sindicalista que gostaria de ver este pressuposto a constar no Orçamento do Estado para 2017.

De acordo com as suas palavras, a referida proposta já foi submetida ao Ministério da Administração Interna e cuja discussão, de acordo com José Barbosa, vai ter lugar em “sede própria”.

Relativamente à actualização salarial, o sindicato dos polícias quer que seja de 60 mil escudos, porque, conforme argumenta o líder do SINAPOL, “de 2011 a 2015 não se viu uma única melhoria salarial, com a agravante da perda do poder de compra”.

“Os 2% que timidamente o Governo anterior deu e que nem sequer estavam orçamentados, não nos conformou”, alegou o representante dos polícias, acrescentando que, deste modo, a nivelação salarial “não será bastante” para o ano de 2017.

Entretanto, vai avisando  que a nivelação salarial não vai impedir que prossigam com a sua luta.

No dizer do Presidente do SINAPOL, está-se perante uma “oportunidade política” muito séria.

“Ou haverá a devida correcção e actualização salarial, ainda que faseada, ou a situação tornar-se-á mais degradante”, anunciou, para depois acrescentar que os agentes da PN “ganham muito mal” e, logo, “estão desmotivados”.

Em seu entender, o pessoal da Polícia Nacional precisa de uma “lufada de ar fresco”.

José Barbosa recordou que a PN faz parte do quadro privativo da Administração Pública, onde o “salário mínimo ronda os 70 mil escudos”.

“A Polícia Nacional é uma das instituições com maior grau de risco e ameaças a nível profissional, sem contar com as injúrias diárias a todos os níveis”, lamentou o responsável sindical, lembrando que se está na presença de uma “força que tem contribuído para a paz social e a estabilidade política”, não obstante a “presente fase crítica” por que passa.

Relativamente à carga horária, considera que esta tem sido “excessiva” para o pessoal da PN, que vem trabalhando “o dobro do tempo normal e legal”.

“Têm estado a trabalhar 90 horas por semana sem quaisquer recompensas”, enfatizou o Presidente do Sindicato Nacional da Polícia, para quem os profissionais da PN “merecem dignidade salarial”, já que esta seria um “estímulo à profissão”.

Na perspectiva de José Barbosa, a PN não pode continuar a ser vista como “parente pobre e nem carta fora do baralho”, uma vez que se trata de uma instituição responsável pela segurança e paz social que têm acompanhado a dinâmica do desenvolvimento do País.

Cita o último relatório sobre o estudo da violência e criminalidade na Cidade da Praia, segundo o qual, é “satisfatória” a percepção que se tem da reacção dos polícias.

“Uma reacção, diga-se de passagem, positiva, mas a dignidade salarial continua péssima”, lamentou José Barbosa, fazendo saber que os agentes prisionais e guardas municipais auferem, neste momento, 55 mil escudos e têm “novas propostas a caminho”.

Por isso, prossegue, é inadmissível que os agentes da Polícia Nacional ganhem menos.

Num horizonte até 2021, o Presidente do SINAPOL propõe, a par da nivelação salarial, que seja concebida e implementada uma remuneração base “digna cujo índice é de 85 mil escudos.

A proposta do SINAPOL seria concretizada em três fases: a primeira fase, em 2017, seria de 60.000$00, 69.000$00 em 2019 e 85.000$00 em 2021.

Instado sobre que formas de luta poderão encetar caso as suas reivindicações não sejam atendidas, José Barbosa afirmou que a PN não as vai inventar porque já “foram criadas há muito tempo”.

“Estamos conscientes que vai haver negociações e estamos convictos que o Governo saberá, responsavelmente, cuidar desta matéria junto do sindicato. Não devemos estar por aí a especular novas formas de luta.

 

Inforpress

  1. A guarda Fiscal tem um vencimento de 130.000$00 um agente d 2classe.É falso que a guarda fiscal tem um vencimento de 40 mil easc….So em ajuda de custo são 9o.000$00

  2. Carlos

    AHHHH so trosa, policias kre ganha mas tcheu sem nada fazi nada fazi, ganha mascadjon, na undi ki stado ta sai ku dinheiro, nton kes ki ta ganha ka tchiga nen 11.000 $00 sima cozinheira di escola go, nton pa kela debe ser recrutado policias ku minimo de licenciatura, salario la sta nhos bomm..

  3. Francisco Andrade

    O SINDEP devia seguir o exemplo e reparar algumas anomalias no estatuto do pessoal docente.
    Por exemplo: Um professor licenciado( sem formação pedagógica, com 5 anos de carreira)é colocado no mesmo nível (Professor de Ensino Secundário Nível I) que um professor licenciado e com formação pedagógica.
    Um professor bacharel na área de ensino com uma progressão ( ex 8B e agora prof Ensino Secundário Nível II) é colocado no nível superior com um professor licenciado com formação pedagógica ( Prof Ens Secundário Nível I).

  4. Alberto Santos

    E os funcionários, coitados, das Câmaras Municipais. Único Instituição miserável em Cabo Verde. Trabalham mais, são sacrificados, são caluniados de desonesto e ganha uma miseria

  5. Bela Aguiar

    Isso só pode ser no dia 1 de Abril/2017.Nem são licenciados e com 12ºano ou com 10º ano ou com formação fabal (Só cópia) e alfabatização nas escolas de tecto Zero, Irmandade, IFPE,etc ,etc um vencimento deste tipo?Nós que somos licenciados, pos graduados e doutores quanto passaremos a ganhar?.O MPD prometeu agora haverá mortes em Cabo Verde com toda a massa a sair a rua manifestando e fazendo greve sem djobe pa lado. Bem feito MPD ainda nao viu quem te vê, te viu!!!!!!!

  6. BODONA

    Deviam eram estar na rua ou a limpar ribeiras, beira mar, pardoeiros e a caçar cães vadias que deambulam pelas ruas da capital.Preguiçosos e parasitas!

  7. Djon Carasco

    Há muitas coisas, que é necessário mudar, 1º motivação:
    Carga horário; condições digno de trabalho; subsídio de risco para patrulheiros; meios humanos e materiais, promoção, progressão, equilíbrio da grelha salarial e subsidio de função, etc, etc etc…

  8. So um pergunta sr, presidente de sindicato de de policia nacional, pamode nho ka revendica es pedido de aumento salarial te 2021 na oto governo? Ta parcen pa nho ka sta co ntente e satisfeito ku es novo governo talvez algum kusas ka sta sima antes pa nho e algums. Nhu sta faze sima na 90 91 quando MPD ganha governacon ki tcheus policia faze abaixo assinado screbe ma nha falecido irmao Abailardo Aamdo ma ka ta ser director Geral de Policia e tcheu teve ki bai pa pre reforma pamode es odja ma ka tinha oto solucon portanta ka nhu bem ku ameaca pamodi nhui sabe dreto mode ki partido e governo de nho deixa pais e financas na fundoEs governo ta governa ku sentido de responsabilidade e ku exitos na pessoas pa tem um vida melhor , Nhu redenvidica kusa dreto e kel ke pode fazedo pa bom servico de tudos policias e se instituicoes

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.