Gracelino Barbosa conquista bronze nos 400m, primeira medalha de Cabo Verde

9/09/2016 17:24 - Modificado em 9/09/2016 17:24
| Comentários fechados em Gracelino Barbosa conquista bronze nos 400m, primeira medalha de Cabo Verde

gracelino-barbosa-1O atleta cabo-verdiano Gracelino Barbosa conquistou hoje a medalha de bronze nos 400 metros T20 (deficientes intelectuais) nos Jogos Paralímpicos Rio2016, a primeira de sempre do país em olimpíadas.

Gracelino Barbosa terminou a prova em terceiro lugar, com o tempo de 48,55 segundos, atrás do brasileiro Daniel Martins (47,22 segundos) e do venezuelano Luís Arturo Paiva (47,83).

O atleta paralímpico cabo-verdiano tinha garantido o apuramento para a final da prova na quinta-feira, com um tempo de 48,77 segundos, o que lhe valeu o recorde africano da categoria.

Na final desta sexta-feira, o corredor, de 30 anos e natural do concelho de Tarrafal de Santiago, melhorou o tempo em 0,12 segundos, conquistando a primeira medalha do país em jogos paralímpicos.

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, publicou uma mensagem na sua página no Facebook, onde enaltece a medalha conquistada por Gracelino Barbosa, dizendo que “é uma honra”.

“Gracelino Barbosa medalha de bronze nos Jogos paralímpicos Rio 2016. Cabo Verde está orgulhoso”, lê-se na mensagem do chefe do Executivo cabo-verdiano.

Cabo Verde está representado ainda nos Jogos Paralímpicos por Márcio Fernandes, que compete hoje na prova do lançamento do dardo, disciplina em que é campeão do mundo.

Esta é a quarta participação seguida de Cabo Verde nos Jogos Paralímpicos, depois de Antenas2004, com dois atletas, Paulo Tavares e Artemisa Siqueira, Pequim2008), com Artemisa Siqueira, e Londres2012, com Márcio Fernandes.

Os Jogos Paralímpicos prolongam-se no Brasil até o dia 18 deste mês.

RYPE // NF

Lusa/Fim

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.