Santo Antão: Ensino Superior pode chegar à ilha no próximo do ano lectivo

8/09/2016 01:14 - Modificado em 8/09/2016 01:14
| Comentários fechados em Santo Antão: Ensino Superior pode chegar à ilha no próximo do ano lectivo

ensino superior

O Ensino Superior poderá chegar a Santo Antão a partir do ano lectivo 2017/2018, em resposta a uma reivindicação dos pais e encarregados de educação, partilhada pelos três municípios desta ilha.

 

Trata-se de uma questão que está a ser discutida entre o Governo e as Câmaras Municipais de Santo Antão, sendo, por isso, “muito provável” que a partir de 2017/2018, esta ilha passe a contar com um pólo universitário, conforme uma fonte próxima desse processo.

Depois da ilha do Sal, onde deve acontecer já a partir de Outubro, o Governo vai avançar também com a criação do Ensino Superior em Santo Antão, considerado pelas autoridades municipais “o grande desafio” que se coloca a esta ilha.

O Primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, aquando da sua recente deslocação a Santo Antão, em finais de Agosto, na qualidade de Presidente do Movimento para a Democracia (MpD), confirmou que o Ensino Superior será uma realidade nesta ilha a partir de 2017.

Ulisses Correia e Silva disse, na ocasião, que o Ensino Superior é “uma das janelas” que o Governo espera abrir em Santo Antão, nos tempos mais próximos, como forma de proporcionar aos jovens desta ilha mais oportunidades.

A criação de um pólo universitário em Santo Antão tem estado no centro das preocupações não só dos pais e encarregados de educação, mas também dos estudantes e dos municípios santoantonienses.

Alguns pais, abordados pela Inforpress, consideram que “já é tempo de Santo Antão ter a sua universidade”.

O número de alunos que todos os anos se desloca a São Vicente e à Cidade da Praia para prosseguir os estudos “já justifica a criação do Ensino Superior” nesta ilha, segundo Henrique Monteiro, residente no Porto Novo.

Segundo ele, os pais santoantonienses enfrentam “enormes dificuldades” para manterem os seus educandos em São Vicente ou na Praia.

Os estudantes, já por várias vezes, pediram aos autarcas de Santo Antão para insistirem junto do Governo, com vista à criação de um pólo universitário nessa ilha.

Saliente-se que a Universidade de Cabo Verde (UNI-CV) e a Universidade Lusófona já prometeram abrir representações em Santo Antão.

 

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.