Festival off: Entre briga de casal e suicídio

12/09/2012 03:56 - Modificado em 12/09/2012 03:56
| Comentários fechados em Festival off: Entre briga de casal e suicídio

Do sul de Cabo Verde para o festival off, do Festival Internacional de Teatro Mindelact, dois grupos, um de Santiago e outro do Fogo, para representarem dois temas sociais. O Projecto Palku Aberto, de Santiago, com “enfim sós”, e o Grupo de Teatro Sem-nexo, do Fogo com “suicido”. Duas peças com cerca de 20 minutos cada no festival off, que funciona como um tipo de oficina onde vários grupos apresentam peças curtam, mas animadas.

 

Sem-nexo traz uma questão “tradicionalmente” atribuída a ilha do fogo, o suicídio. A história é de um homem que pretende suicidar-se mas ainda esta em dúvida sobre qual arma usar. Em cena entra a mulher que vai provocar para ver até onde vai a coragem do homem para se suicidar. A presença nesta edição do festival é vista como a realização de um sonho por parte dos elementos. “Sempre dissemos que um dia estaríamos no Mindelact e sempre lutamos para isso e esta participação não tem palavras para explicar: maravilhoso”. Palavras Ulisses Andrade, actor na peça.

Projecto Palku Aberto, nas palavras de José Pedro Bettencourt, da direcção do grupo, que a peça foi montada mesmo para o festival off. “Depois de um dia cheio de actividades as pessoas querem ver algo mais suave”. “Enfim sós” é um casal que tem problemas e a mulher anuncia a separação. Com este anúncio dá-se então um diálogo “nem sempre coerente”.

Mas para José Pedro “é uma responsabilidade trazer uma peça para o Mindelact” porque segundo ele no festival encontra um ambiente com muitos trabalhos de qualidade e por isso espera que “as pessoas possam gostar” do que vão trazer.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.