JMN: “A oposição sai grandemente enfraquecida. A democracia sem uma oposição forte não floresce”

6/09/2016 08:25 - Modificado em 6/09/2016 08:25

jmnO ex-líder do PAICV e ex-Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, que beneficiou o partido com vitórias saborosas e esteve 15 anos à frente do executivo do País, após a derrota nas autárquicas de 2016, não pôde ficar aquém dos resultados que só atribuíram duas Câmaras ao PAICV. Perante este cenário, JMN escreve no seu perfil do Facebook, com o título: “Os Ovos, os Cestos e a Ética da Responsabilidade”.

 

José Maria Neves assume-se como um democrata que respeita escrupulosamente os resultados eleitorais das autárquicas e reconhece a soberania do povo que após a contagem dos votos colocou os ovos no mesmo cesto, porém, considera que “a oposição sai grandemente enfraquecida. A democracia, sem uma oposição forte, não floresce. Depois destas eleições, uma força política acaba por dominar todos os espaços estatais e municipais, constituindo-se num partido hegemónico. O momento exige, por conseguinte, serenidade e muita responsabilidade”.

Por outro lado, JMN, como um bom líder que foi e que esteve no auge do partido durante 15 anos tendo conquistado 3 maiorias absolutas, assegura que “o PAICV é um grande partido, os seus candidatos e militantes bateram-se, pese embora a desproporção de meios, com muita dignidade e deram um contributo cívico e político de enorme valor”, mas torna-se necessária uma abertura ao debate no seio do partido e sugere que seja “um debate, aberto e franco, em Conferência Nacional, antes de quaisquer outras disputas sobre o partido, as suas fraquezas e os seus pontos de força, visando o seu reforço enquanto principal força de oposição democrática e a sua capacitação institucional e política para vencer os enormes desafios que temos pela frente nos próximos anos”. Assim sendo, a “luta” continua após duas derrotas do PAICV, nas legislativas de Março e nas autárquicas de 2016, tendo a Presidente do partido colocado o cargo à disposição.

 

 

 

 

  1. Eduardo Oliveira

    Ninguém dà uma falinha abolatôria a esta criatura que foi adulada quando tinha a faca e o queijo na mão e ainda as vacas aos mùltiplos serviços. De hà muito devia ter sido desmascarado e, assim, talvez tivessem salvo o partido que acabou por (se) afundar com a Janira aguentando a garrafinha de sôro e vitamina.
    O paigc implodiu-se devido as asneiras repetitivas do Zé Cocorota que agora vem bostear para se aliviar das porcarias. Mas todos viram e souberam utilizar o voto para afastar os gongons que nos impediam de viver. So que não sabemos como as coisas vão andar na medida em que muitos votaram num so partido por vingança e sem muita convicção e, não havendo uma forte oposição, os abusos vão continuar com outra cara o que é uma làstima.

  2. Francisco Andrade

    Dessa vez a vitória não foi sociológica senhor Ex primeiro Ministro Jose Maria Neves….

  3. Fernando Fortes

    Xô Pelada

    Não deixaste saudades e és o principal responsável por essa desgraça

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.