Praia: Técnicos do Laboratório de Engenharia Civil visitam edifício que vitimou duas vendedeiras ambulantes

2/09/2016 08:53 - Modificado em 2/09/2016 08:53

Acidente-AvenidaO Laboratório de Engenharia Civil (LEC) enviou uma equipa constituída por três técnicos para fazer o levantamento sobre a estabilidade do prédio cuja pala ruiu na passada quarta-feira matando duas pessoas.

 

No local, a Inforpress contactou os técnicos do LEC, mas estes negaram prestar quaisquer declarações, alegando que após a entrega do relatório os responsáveis poderão falar à imprensa “se assim entenderem”.

O acidente de ontem na Avenida Cidade de Lisboa (Praia) causou a morte de Jaqueline Mendes, 29 anos, residente no bairro de Achadinha e de Maria Teresa Ribeiro, uma senhora de pouco mais de 40 anos, e  alguns feridos ligeiros. Ambas as vítimas encontravam-se à sombra da casa, cuja pala já há muito tempo dava sinais de desabar a qualquer momento.

As duas vendedeiras ambulantes morreram no local debaixo dos escombros de betão. Foi necessário algum tempo para a remoção dos cadáveres que foram levados para a morgue do Hospital Dr. Agostinho Neto.

O porta-voz da Polícia Nacional, José Lima, contactado pela Inforpress no local, deixou um conselho no sentido das pessoas procurarem “locais seguros” para se acomodarem.

 

Inforpress

  1. Iva9

    Fala-se muito e nada se tem feito para prevenir muitas situações que põem em risco a vida das pessoas. Perdeu-se a real noção do perigo, agora é moda todo mundo quer-se apresentar ou se exibir na TV. Queremos ser mediáticos para aparecer quando nos convêm mas, no momento de assumirmos as nossas responsabilidades recuamo-nos para trás e arranja-se um bode expiatório. E agora, quem irá assumir as responsabilidades e, ironicamente, devolver as vidas perdidas?
    “Ninguém”…ele é o culpado de tudo que acontece nesta nossa querida terra Cabo Verde.

    O Estado quer arrecadar receitas com impostos acrescidos de taxas e mais taxas que se duplicam vezes sem conta, sem ao menos se preocupar com o bem-estar, a segurança e a vida dos cidadãos, fugindo-se das suas responsabilidades enquanto entidade pública que tem o dever de zelar pelo bem comum/colectivo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.