Livrarias esperam pela entrega dos manuais da FICASE

2/09/2016 08:47 - Modificado em 2/09/2016 08:47
| Comentários fechados em Livrarias esperam pela entrega dos manuais da FICASE

livros-escolaresO arranque das aulas está previsto para o dia 19 de Setembro porém, as livrarias aguardam pela remessa dos manuais por parte da FICASE. Este facto é recorrente e, no ano passado, muitos foram os constrangimentos enfrentados pelos professores, alunos e encarregados de educação com a falta dos livros escolares e este ano vive-se a mesma “afronta” na busca dos mesmos.

 

Duas livrarias, Terra Nova e HGI em São Vicente já têm à venda materiais escolares para o novo ano lectivo. Todavia, os manuais escolares têm sido um constrangimento que pais e encarregados de educação vêm enfrentando desde o ano passado, diz o gerente da Terra Nova.

Os responsáveis das livrarias adiantam que algumas vezes os pais não percebem que eles fazem apenas a revenda dos manuais escolares e que estes são enviados pela FICASE que deverá fazer a distribuição dos mesmos pelo País.

Na cidade da Praia também se enfrentam os mesmos problemas, visto que os pais e encarregados de educação já começaram a fazer as compras nas papelarias e livrarias do País, mas os livros escolares ainda não estão disponíveis. Por exemplo, na livraria Pedro Cardoso, na cidade da Praia, encontram-se os livros que sobraram do ano passado. Algumas papelarias afirmam que há falta de articulação por parte do Ministério da Educação e que não há uma planificação para a saída de circulação de alguns manuais. Com estas decisões não articuladas, afirmam, quem arca com os prejuízos são as papelarias, isto de acordo com a RCV.

Relembra-se que no ano lectivo anterior, os alunos do sexto ano estiveram alguns meses sem material de apoio, comprometendo o cumprimento das metas previstas nos curriculos no tempo estipulado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.