Démis Almeida: a requalificação do centro de Espargos é uma das prioridades do seu projecto

25/08/2016 08:25 - Modificado em 25/08/2016 08:25
| Comentários fechados em Démis Almeida: a requalificação do centro de Espargos é uma das prioridades do seu projecto

demis lobo almeidaDémis Almeida, candidato do PAICV à presidência do Município do Sal, avançou que a requalificação do centro de Espargos é uma das prioridades do seu projecto autárquico, propondo também construir dois “grandes” centros comerciais na cidade.

 

Num porta a porta na zona do centro da cidade de Espargos, Démis Almeida ia conversando com uns e outros, e entre “um ti ta conta kbsot” (estou a contar convosco), incitava as pessoas a votarem no PAICV que, conforme disse, tem a melhor proposta para a ilha do Sal.

“Nós vamos dar uma outra vida à cidade de Espargos. As zonas históricas desta cidade estão abandonadas. Não foi feita a requalificação, o embelezamento, a aposta em espaços públicos e de lazer…”, reprovou em tom de lamento.

O candidato do PAICV propõe também uma outra dinâmica à cidade de Espargos do ponto de vista do comércio, com a construção de dois “grandes” centros comerciais municipais, um na zona da Preguiça/Ribeira Funda e outro na zona Norte, abrangendo Hortelã/Chã de Matias.

Alvitrando também uma nova vida cultural à cidade de Espargos, Démis Almeida informa que o seu projecto autárquico tem em vista construir a Casa Municipal das Artes, instituindo o Conservatório Municipal para as Artes, entre outras realizações.

“Tudo o que nós estamos a prometer está devidamente orçamentado. Estamos a assumir compromissos para cumprir. Há aqui uma candidatura a fazer promessas do paraíso para os próximos quatro anos, com projectos que não fazem sentido, absolutamente nenhum, para uma ilha com as prioridades que tem”, denotou.

A ilha do Sal conta nestas eleições autárquicas com 16 mil 944 eleitores dos quais 623 são estrangeiros, contra os 15 mil 236 inscritos nas legislativas passadas, registando um aumento de 1708 novos eleitores.

Entram também nesta corrida, o Movimento para a Democracia (MpD), liderado por Júlio Lopes, o Partido Social Democrata (PSD), encabeçado por Paulo Jorge Lopes e a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) liderada por Djoy Rocha.

Nas sétimas eleições autárquicas, participam ao todo 57 candidatos, sendo 22 do MpD, 21 do PAICV, 5 da UCID (Praia, São Vicente, Sal, Paul e Ribeira Grande de Santo Antão), 2 do PP (Praia e São Miguel), 1 do PTS (Praia) e 1 do PSD (Sal).

Mais cinco independentes disputam as Câmaras Municipais do Maio (apoiado pelo PAICV), dos Mosteiros, de São Filipe, da Ribeira Brava e da Boa Vista.

 

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.