5ª Confissão Pública da Vera

24/08/2016 08:50 - Modificado em 24/08/2016 08:50
| Comentários fechados em 5ª Confissão Pública da Vera

Vera BritoJá tinhas imaginado alguma vez, que por detrás desta bela aparência religiosa da CRASDT, eu e alguns outros da CRASDT, planejamos e praticamos crimes desta natureza, contra a própria CRASDT?       

5ª -Parte

Tudo começou assim: lembro que teve um dia que eu Vera estava no meu trabalho, na minha sala de consultas, no Centro de Saúde de Cova Figueira. Era na época em que eu já tinha começado a enganar a Igreja da CRASDT, que eu estava bloqueada pelos demónios por força. Então por volta das 9:00 da manhã, o Amândio telefonou-me e logo que eu atendi o móvel, o Amândio disse-me que eu tinha de ir com urgência para São Filipe nesse dia, porque tínhamos de ir organizar a vinda do Titi para a Igreja de Ponta D’Água. Os demónios logo disseram-me para eu dizer ao Amândio que não tinha problemas, eu concordei com os demónios e eu disse ao Amândio que não tinha problemas. Então eu e o Amândio despedimo-nos e eu desliguei o móvel. Por volta das 17:00 da tarde, eu cheguei na casa do Amândio em São Filipe, então os demónios disseram-me para eu ver se o Amândio já tinha chegado em casa, eu concordei com os demónios e eu fui ver se o Amândio já tinha chegado em casa. Então eu vi que o Amândio ainda não tinha chegado em casa. Logo os demónios disseram-me para eu sentar-me no sofá da sala grande da casa do Amândio e para eu aguardar o Amândio chegar em casa, eu concordei com os demónios e eu sentei-me no sofá da sala grande da casa do Amândio, e eu fiquei aguardando o Amândio chegar em casa. Por volta das 18:00 da tarde, o Amândio chegou em casa, e logo que ele chegou na sala, ele disse-me para eu esperar-lhe só comer e descansar um pouco, que ele já vinha falar comigo, os demónios disseram-me para eu dizer ao Amândio ok, eu concordei com os demónios e eu disse ao Amândio ok. Então o Amândio foi fazendo as suas coisas e ele veio ter comigo na sala por volta das 18:45. Logo que ele entrou na sala, ele sentou-se ao meu lado. Os demónios disseram-me para eu perguntar ao Amândio, qual era o plano que ele tinha para trazermos o Titi de volta para a Igreja, eu concordei com os demónios e eu perguntei ao Amândio qual era plano que ele tinha para trazermos o Titi de volta para a Igreja. O Amândio disse-me que o Dragão (o líder dos espíritos malignos) tinha-lhe dito, que ele tinha de mandar o Branco e o Cando irem buscar o Titi no Safende, e falarem com ele que ele tinha de voltar para a Igreja da CRASDT, porque DEUS tinha um trabalho muito importante para ele fazer na CRASDT. Que assim que o Titi voltasse para a CRASDT, então desenvolveríamos o nosso trabalho de dominar a CRASDT de Ponta D’Água, assim como eu Vera e ele Amândio já tínhamos dominado a CRASDT do Fogo. Os demónios logo disseram-me para eu dizer ao Amândio que ele estava certo, que isso seria um grande plano, eu logo concordei com os demónios e eu disse ao Amândio que ele estava certo, que isso seria um grande plano. Então o Amândio disse-me para telefonarmos ao Cando, para ele passar-nos o móvel para falarmos com o Branco, os demónios logo disseram-me para eu dizer ao Amândio ok, eu concordei com os demónios e eu disse ao Amândio ok. O Amândio então telefonou ao Cando e assim que o Cando atendeu o móvel, o Amândio saudou o Cando e ele perguntou ao Cando como é que ele estava, como o Amândio tinha colocado o móvel dele no altifalante, logo que ele começou a falar com o Cando, eu ouvi o Cando dizendo ao Amândio que ele não estava bem não, que ele estava com muitas saudades do Fogo, porque junto connosco ele vivia liberdade e podia estar como ele queria, mas que em Ponta D’Água para onde quer que ele se virasse, ele encontrava as regras do Inácio. Que as pessoas no Cenáculo viviam como robôs, e não tinham escolha, mas viviam de acordo com as escolhas do Inácio. Logo o Amândio disse ao Cando para ele ficar calmo, que o tempo do Inácio morrer já estava se aproximando. O Cando logo disse que ele não via a hora do Inácio morrer mesmo, porque ele era muito mau e abusado. Que o Inácio estava mesmo a abusar dele Cando, dando-lhe aquela sopa sem gosto do Cenáculo para ele comer todos os dias, que ele Cando não ia aguentar comer aquela porcaria por muito tempo, que nem quando ele era drogado, ele comia mal como agora que ele tinha passado a conviver com os membros da Tenda. Que isso dava-lhe só vontade de sair da Igreja e voltar para o mundo, para ele ir fumar droga e estar novamente com os seus amigos. Então o Amândio disse ao Cando para ele ficar calmo, para ele não voltar ainda para o mundo, porque ele tinha uma missão muito importante para ele cumprir dentro da Igreja. Que ele ia ser o nosso braço direito, o nosso maior amigo dentro da CRASDT. O Cando logo riu e ele disse que não tinha problemas. Então o Amândio disse ao Cando que nós estávamos a precisar de falar com o Branco, porque precisávamos para o Branco ir buscar o Titi no Safende. O Cando logo disse que não tinha problemas, que ele não estava junto com o Branco nesse momento, mas que ele ia buscar o Branco, e que ele ia passar-lhe o móvel, o Amândio disse ao Cando ok. Então eu e o Amândio ficamos esperando na linha, o Cando dizer-nos algo, isso em concórdia consciente com os nossos demónios. Passados uns 5 minutos, nós ouvimos o Cando falando com o Branco, então o Branco atendeu o móvel e ele saudou o Amândio e ele mandou-me também saudação. O Amândio logo disse ao Branco, que ele tinha de ir buscar o Titi no Safende para ele voltar para a Igreja, porque ele (Titi) e o Branco tinham de arrancar na Igreja o trabalho de bater nos irmãos da Igreja e dizer-lhes que tinha sido o Inácio quem tinha-lhes mandado fazer isso. O Branco então perguntou ao Amândio se ele devia logo dizer ao Titi para ele voltar para a Igreja, para ele fazer esse trabalho. O Amândio disse ao Branco que não. Que ele apenas devia dizer ao Titi que DEUS tinha mandado ele Branco chamar-lhe para ele voltar para a Igreja da CRASDT, para assim ele abandonar os vícios e a vida de furtos e brigas que ele estava a levar. Que entretanto ele Titi não devia de forma alguma dizer depois ao Inácio, que ele tinha voltado para a Igreja, porque ele Branco tinha-lhe pressionado para ele voltar para a Igreja, mas que ele devia dizer ao Inácio que ele estava a voltar para a Igreja, porque realmente ele queria recuperar-se das drogas e mudar de vida. O Branco então disse que não tinha problemas, que ele estava pronto para ele ir fazer esse trabalho. O Amândio logo disse ao Branco que assim é que se falava. De seguida o Branco disse ao Amândio que não tinha problemas, que ele ia buscar o Titi no dia seguinte. O Amândio disse ao Branco, que depois que o Titi já estivesse no Cenáculo, ele ia precisar que ele Branco, lhe colocasse em contacto com o Titi para eles falarem. O Branco logo disse ao Amândio que não tinha problemas. Então o Amândio despediu-se do Branco e ele desligou o móvel. Depois o Amândio virou-se para mim e ele disse-me que o trabalho estava feito, que agora tínhamos apenas de esperar o Branco telefonar-nos e dizer-nos se ele já tinha cumprido a missão dele. Então ele disse-me para irmos jantar, os demónios disseram-me para eu dizer ao Amândio ok, eu concordei com os demónios e eu disse ao Amândio ok. Lembro que no dia seguinte, por volta das 19:00 da noite, eu estava na sala grande da casa do Amândio, eu e ele, então o Amândio telefonou ao Cando e logo que o Cando atendeu o móvel, o Amândio saudou-lhe e ele disse ao Cando que ele estava a precisar de falar com o Branco, o Cando disse que não tinha problemas, então passados uns 5 minutos o Branco atendeu o móvel, e logo ele e o Amândio cumprimentaram-se e o Amândio perguntou-lhe se ele já tinha ido buscar o Titi no Safende. O Branco disse que ele já tinha ido buscar o Titi no Safende sim, e que ele tinha instruído o Titi como o Amândio tinha-lhe dito: para ele dizer ao Inácio que ele voltou ao Centro porque ele queria abandonar os seus vícios e mudar de vida, mas sem dizer ao Inácio que ele tinha voltado para a Igreja, porque ele Branco tinha-lhe pressionado para ele voltar para a Igreja. Que o Titi tinha aceitado e muito bem o convite que ele Branco lhe fez e que o Titi tinha vindo junto com ele Branco para o Centro e que ele até estava nesse momento no apartamento do Inácio, falando com ele. O Amândio logo disse ao Branco que ele tinha feito um grande trabalho, que DEUS ia pagar-lhe por esse trabalho que ele tinha feito. O Branco disse que o único pagamento que ele queria de DEUS, era para DEUS dar-lhe eu Vera como esposa. O Amândio logo riu e ele disse ao Branco que não tinha problemas, que DEUS ia dar-lhe eu Vera como esposa, nesse momento o Amândio olhou para mim e ele piscou-me um olho, os demónios logo disseram-me para eu piscar um olho para o Amândio também, eu concordei com os demónios e eu pisquei um olho para o Amândio também. Então o Amândio disse ao Branco que mais tarde, por volta das 23:00 da noite, ele devia colocar-nos a mim Vera e a ele Amândio, em contacto com o Titi. O Branco logo disse que não tinha problemas, que ele ia fazer isso. Depois o Amândio disse ao Branco que ele ia desligar o móvel e que ele ia dar um tempo, esperando que ele Branco lhe telefonasse. O Branco disse que não tinha problemas, que às 23:00 da noite, ele ia colocar o Titi em contacto connosco. Então o Branco e o Amândio despediram-se e logo que o Amândio desligou o móvel, ele disse-me que agora tínhamos apenas de esperar o Branco telefonar-nos para falarmos com o Titi. Os demónios disseram-me para eu perguntar ao Amândio, o que é que ele estava a pensar dizer ao Titi, para ele convencer o Titi a ficar do nosso lado e contra o Inácio, eu logo concordei com os demónios e eu perguntei ao Amândio, o que é que ele estava a pensar dizer ao Titi, para ele convencer o Titi a ficar do nosso lado e contra o Inácio. O Amândio disse-me que ele ia dizer ao Titi que ele Amândio e eu Vera estávamos neste momento, bloqueados fisicamente por demónios que tinham-se convertido a DEUS, e que os nossos demónios tinham a missão de purificar tanto o Inácio, como toda a Igreja da CRASDT, que ele podia perguntar isso ao Branco, porque o Branco sabia disso. Que DEUS tinha ordenado aos nossos demónios, que eles tinham de revelar claramente o carácter do Inácio para a Igreja da CRASDT, porque o Inácio andava violando secretamente crianças do Orfanato, mas ele escondia esse pecado da Igreja. Que DEUS queria que ele Titi ajudasse os demónios que estavam nele Amândio e em mim Vera, a revelarem o verdadeiro carácter do Inácio para a Igreja. Os demónios logo disseram-me para eu perguntar ao Amândio, como é que nós íamos fazer se o Titi não aceitasse unir-se a nós, eu concordei com os demónios e eu perguntei ao Amândio, como é que nós íamos fazer se o Titi não aceitasse unir-se a nós. O Amândio disse-me que nesse caso, ele Amândio ia provar ao Titi que ele estava a falar a verdade, que o Inácio realmente era um criminoso. Que ele ia mandar o Titi ir confirmar com o Ailton filho da Faustina, se realmente o Inácio violentava as criancinhas do Orfanato ou não. Que assim que o Titi ficasse crente que o Inácio era criminoso, ele certamente ficaria do nosso lado, e ai então explicaríamos detalhadamente ao Titi, o que ele e o Branco tinham de fazer dentro da Igreja, para destruírem o Inácio, segundo a ordem de DEUS. Os demónios disseram-me para eu dizer ao Amândio ok, que então devíamos apenas esperar o Branco colocar-nos em contacto com o Titi, eu concordei com os demónios e eu disse ao Amâncio ok, que então devíamos apenas esperar o Branco colocar-nos em contacto com o Titi. O Amândio disse-me que sim, para irmos fazendo outras coisas enquanto esperávamos o Branco telefonar-nos, os demónios disseram-me para eu dizer ao Amândio ok, eu concordei com os demónios e eu disse ao Amândio ok. Então o Amândio foi para o seu escritório e eu permaneci sentada na sala grande da casa do Amândio. Por volta das 23:00 da noite, lembro que eu estava deitada no quarto de casal da casa do Amândio, quando o Amândio acordou-me e ele disse-me para eu sentar-me sobre a cama, porque o Titi estava na linha no móvel, logo os demónios disseram-me para eu sentar-me sobre a cama, para eu e o Amândio falarmos com o Titi, eu concordei com os demónios e eu sentei-me sobre a cama, para eu e o Amândio falarmos com o Titi. Lembro que o móvel do Amândio estava no altifalante, então o Amândio saudou o Titi e o Titi saudou-lhe. Depois o Amândio disse ao Titi que ele e eu Vera precisávamos falar com ele com urgência, que tínhamos sido nós quem tínhamos mandado o Branco buscar-lhe no Safende para ele voltar para a Igreja. O Titi então agradeceu-nos por isso e ele disse que o Branco já tinha-lhe dito isso. Então o Amândio explicou ao Titi, que nesse momento, tanto ele como eu Vera ficávamos bloqueados por demónios que tinham-se convertido a DEUS, e que os nossos demónios tinham a missão de purificar tanto o Inácio como toda a Igreja da CRASDT. Que os nossos demónios (meus e dele Amândio) não nos bloqueavam em todos os momentos, mas apenas em alguns momentos, que noutros momentos nós vivíamos desbloqueados, mas que mesmo assim dizíamos para a Igreja que nós estávamos bloqueados pelos nossos demónios, á força. O Titi logo disse que ele não tinha entendido porquê que nós fazíamos isso. O Amândio então explicou ao Titi que tudo isso tinha como alvo o próprio Inácio. Que o Inácio violava secretamente as crianças do Orfanato, que era um crime que o Inácio tinha cometido e ainda cometia escondido da Igreja, mas que apenas ele Amândio é que sabia, porque ele tinha visto o Inácio fazendo esse trabalho antigamente, e ele Amândio ainda tinha sido confirmado por DEUS que o Inácio ainda continuava a fazer esse trabalho dentro da Igreja. Que ele fingia que ele precisava falar com alguma criança do Orfanato, por um motivo espiritual, e que quando ele ficava a sós com essa criança no seu quarto, essa criança tinha de mamar-lhe o pénis ou ele mesmo Inácio ficava esfregando o seu pénis na polpa dos meninos do Orfanato, até ele deitar muitas vezes o seu esperma na polpa dessas criancinhas. Que era algo horrível que o Inácio vinha fazendo tanto com as menininhas, como com os menininhos do Orfanato. Que DEUS estava sentindo-se aflito porque ele tinha escolhido o Inácio para ele pastorear a Sua Igreja, mas que o Inácio tinha-se entregado completamente aos demónios e sem qualquer desejo de obedecer sinceramente a Ele DEUS. Que o Inácio estava a enganar e a dominar duramente a CRASDT com falsas regras religiosas, e tudo para despistar-se em grande justo, para assim ele encobrir os terríveis crimes que ele estava a cometer com as crianças do Orfanato. Logo que o Amândio disse isso, o Titi disse que ele não acreditava que o Inácio tinha feito isso, que o Inácio sempre foi um homem muito sério, que ele até tinha sido expulso da IASD apóstata (Igreja Adventista do Sétimo Dia apostatada) porque ele era fiel e zeloso em obedecer a DEUS, como é que agora ele tinha resolvido tornar-se desobediente e começar a violar crianças? Que essa história estava parecendo muito estranha para ele Titi. Que ele preferia então falar francamente com o Inácio e perguntar-lhe se realmente ele tinha feito tudo isso. Assim que o Titi disse isso, o Amândio disse-lhe para ele não contar nada ao Inácio sobre o que tínhamos falado com ele, porque nunca um criminoso confessa através de perguntas, mas que pelo contrário, quando um criminoso desconfia que alguém desconfia dele, ele encobre cada vez mais os seus crimes. O Titi logo disse ao Amândio que nisso ele tinha razão. Então o Amândio disse ao Titi que se ele ainda não estava convencido que o Inácio era criminoso, ele podia descobrir isso sozinho. Que era basta ele Titi ir perguntar ao Ailton, filho da Faustina, se o Inácio nunca tinha tentado violar-lhe. Quando o Amândio disse isso ao Titi, o Titi logo disse ok, que ele ia investigar o Ailton secretamente, sem o Inácio saber, para ele tirar do Ailton informações se realmente o Inácio abusava das criancinhas do Orfanato, ou não. Então o Amândio disse ao Titi que o Inácio não tinha violado apenas o Ailton, mas que o Inácio era o maior bandido que ele Amândio já tinha conhecido. Que ele violava também as menininhas pequenas do Orfanato das meninas e as mulheres da Tenda, fingindo sempre que elas iam para o quarto dele, para ele tratar com elas de assuntos espirituais. Que o Inácio fazia todo esse trabalho sujo, dizendo sempre que ele tinha estado a fazer obras de DEUS. Que ele Amândio tinha descoberto a sujidade do Inácio muito cedo, desde quando ele ainda morava na casa da Dona Lúcia. Que ele Amândio tinha presenciado o Inácio violando criancinhas pequenas desde aquela altura, mas que o Inácio tinha sido muito tolo pensando que ele Amândio ia manter segredo sobre isso. Quando o Amândio disse isso, logo o Titi perguntou-lhe, como é que ele presenciou o Inácio fazendo isso. O Amândio então contou ao Titi que nessa altura, o Inácio ainda era solteiro, e que ele vivia sozinho no seu quarto na casa da Sra. Lúcia. Que então teve um dia que ele Amândio tinha dormido na casa da Sra. Lúcia, e que de madrugada ele tinha-se sentido muito incomodado por causa de alguns ataques físicos, que os demónios lhe fizeram, então que ele desceu do 1º andar aonde ele tinha dormido até ao quarto do Inácio e que quando ele chegou lá, ele viu o Inácio abusando sexualmente de uma criancinha pequena, que estava parada naquela altura na casa da Dona Lúcia. Que o Inácio pensando que ele era o Rei, e que ninguém podia com ele, nem tinha tido o cuidado de fechar a porta do seu quarto, mas tinha deixado a porta sarada, e que ele Amândio ao aproximar-se da porta do quarto do Inácio, viu o Inácio esfregando o seu pénis na polpa de uma criança pequena. Que o Inácio viu que ele Amândio viu isso, mas depois veio dizer a ele Amândio, que isso que tinha acontecido era um teste que ele Inácio passava, que ele Amândio não podia ainda entender, que era algo que ele Inácio tinha de enfrentar. Que ele Amândio não tinha acreditado no discurso do Inácio, e desde aquele dia ele tinha passado a odiar profundamente ao Inácio, mas que ele sabia que se ele denunciasse o Inácio para a Igreja, ninguém ia acreditar nele Amândio. O Titi perguntou ao Amândio quem era essa criança que ele Amândio tinha visto o Inácio a violar, o Amândio disse que ele não sabia quem era, porque estava escuro quando ele viu o Inácio fazendo isso e que ele apenas viu a polpa da criancinha, mas que logo que ele viu isso, ele afastou-se do quarto do Inácio e ele subiu revoltado para o 1º andar, aonde ele estava parado nesse dia. Que foi depois do Inácio ter terminado de fazer o seu crime, que ele foi ter com ele Amândio no 1º andar e foi fazer-lhe a cabeça que tudo o que ele Amândio tinha visto, não passava de um teste pelo qual ele Inácio passava. O Titi disse que ainda tudo isso era muito estranho para ele, porque ele conhecia o Inácio muito bem e essa história não batia com o Inácio que ele conhecia. Depois o Amândio disse ao Titi para ele ir confirmar tudo com o Ailton, porque ele também tinha sido violado pelo Inácio e que isso ele Amândio quase que viu com os seus próprios olhos, mas que depois o Ailton confirmou-lhe e o próprio Inácio também veio a confirmar-lhe isso depois, mas novamente com o mesmo discurso que isso era um teste pelo qual ele Inácio passava e no qual às vezes ele fracassava, mas que esse teste estava longe do entendimento dele Amândio. O Titi disse que no dia seguinte ele ia tirar tudo isso a limpo. Então o Amândio disse ao Titi para ele fazer esse trabalho o mais urgente possível, porque DEUS tinha pressa para ele Titi ajudar-lhe a revelar toda a verdade sobre o Inácio para a CRASDT. O Titi disse ao Amândio ok, que não tinha problemas. Então o Amândio despediu-se do Titi e ele desligou o móvel. Logo os demónios disseram-me para eu perguntar ao Amândio se o Ailton tinha fresco na mente, tudo o que o Inácio tinha feito com ele para ele contar ao Titi, eu concordei com os demónios e eu perguntei ao Amândio se o Ailton tinha fresco na mente, tudo o que o Inácio tinha feito com ele, para ele contar ao Titi. O Amândio disse que talvez não, porque o que o Inácio tinha feito com o Ailton tinha acontecido quando o Ailton era um pouco mais pequeno, mas que ele Amândio ia falar urgentemente com o Ailton no dia seguinte e que ele ia instruir rigorosamente ao Ailton, para ele dizer ao Titi toda a verdade sobre o que o Inácio tinha feito com ele, no quarto dele Inácio. Logo os demónios disseram-me para eu dizer ao Amândio, que o Inácio estava para ele que ele era criminoso, mas que se era para a Igreja ser dominada por um criminoso como ele, mais-valia a Igreja ser dominada por criminosos como eu Vera e ele Amândio, que pelo menos eramos mais francos na nossa maldade. Eu logo concordei com os demónios e eu disse ao Amândio, que o Inácio estava para ele que ele era criminoso, mas que se era para a Igreja ser dominada por um criminoso como ele, mais-valia a Igreja ser dominada por criminosos como eu Vera e ele Amândio, que pelo menos eramos mais francos na nossa maldade. O Amândio disse-me que isso era verdade. Que se o Titi e o Branco ficassem do nosso lado, com firmeza, que em pouco tempo íamos colocar tanto medo e terror nos membros da CRASDT, que todos eles iam culpar ao Inácio pelos sofrimentos que eles estavam a passar e iam entregar-se 100% ao nosso controle. Os demónios logo disseram-me para eu dizer ao Amândio, que eu não via a hora de nós começarmos a liderar a Igreja, e assim conduzirmos a Igreja da nossa forma, e não com todas as regras e os abusos que o Inácio fazia á Igreja. Eu concordei com os demónios e eu disse ao Amândio que eu não via a hora de nós começarmos a liderar a Igreja, e assim conduzirmos a Igreja da nossa forma, e não com todas as regras e os abusos que o Inácio fazia á Igreja. O Amândio disse-me que se DEUS quisesse, íamos conseguir dominar a Igreja em breve. Então o Amândio disse-me para irmos descansar, que no dia seguinte eu devia voltar para São Filipe para eu ir ter com ele, porque ele ia telefonar ao Titi de noite, para ele saber se o Titi já tinha-se convencido que realmente o Inácio era um Diabo que andava a enganar a Igreja. Os demónios logo disseram-me para eu dizer ao Amândio ok, eu concordei com os demónios e eu disse ao Amândio ok. Então o Amândio foi para o seu quarto e eu também fui deitar-me.

 

Em continuação

 

Nota: Abaixo segue-se os nomes dos Membros que estiveram presentes nas conversas dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade, que ouviram todos os detalhes dos assuntos tratados ao longo dessas conversas, conforme estão relatados ao pormenor nesta minha confissão e que aceitaram livremente assinar como testemunhas da ocorrência dessas conversas e dos assuntos tratados ao longo dessas conversas, conforme descritos nesta minha confissão.

 

Amândio Honório de Jesus Delgado de Brito: ________________________________________________________________

António Filomeno Barros de Pina (Branco) ________________________________________________________________

Cândido de Pina (Cando) ________________________________________________________________

 

A Confessa

 

______________________________________________

Vera Ambrozina Delgado de Brito de Pina

30/04/16

Segue-se os nomes das testemunhas que confirmam, a minha livre decisão de confessar e publicar esta minha confissão.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.