Monteiro quer resolver problema de habitação em São Vicente

23/08/2016 08:56 - Modificado em 23/08/2016 08:56

DCIM100MEDIAA candidatura “São Vicente pode mais”, nesta segunda-feira, concentrou nas zonas de Fernando Pó, Ribeira de Craquinha, Horta Seca, Passarão e Chã de Vital. Oportunidade que os candidatos a Assembleia e Câmara Municipal tiveram de pedir a confiança dos eleitores, e revisar as propostas feitas pela UCID até o momento. A questão da habitação foi o tema central da intervenção do candidato António Monteiro.

 

Nas eleições de 2008 Monteiro tinha feito a proposta de casas pré-fabricados para estancar a proliferação de casas de lata na ilha, e reconhece que o povo não lhe deu a confiança nas eleições de 2008, mas o tema é considerado atual e mereceu a atenção do candidato da UCID.

Monteiro avança que o partido tem trabalhado com pessoas de que é possível resolver o problema de habitação em São Vicente, focando sua atenção nas pessoas que vivem na área onde decorreu o comício.

“Temos um pré-acordo com uma equipa de jovens empresários que estão em São Vicente, que viveram muito tempo na Holanda, e estão disponíveis a disponibilizar os contactos na Holanda e outros países para me ajudar como presidente de camara a resolver problemas das pessoas que tem tido dificuldades em conseguir habitações de qualidade”.

E para Monteiro, no caso de ser eleito, não vai construir as habitações da mesma forma que as câmaras anteriores têm construído. Repudia o título de habitação social, usado para caracterizar as habitações construídas pela edilidade.

“Não existe habitação social. Toda a habitação é habitação seja ela de tambor, de madeira, ou qualquer outro material, porque é onde as famílias conseguem proteger. E quando chamamos de habitação social damos uma conotação negativa, e fazem as pessoas inferiores a nós. De maneira que esta candidatura tem medidas para garantir habitação para pessoas que tem dificuldades em ter uma habitação com mais elevação”.

E neste sentido pede a confiança e voto das pessoas “não para ele e sua equipa, mas porque querem ajudar a resolver os problemas em conjunto e encontrar soluções para um São Vicente diferente.

A oportunidade de dirigir as pessoas serviu para revisar com os eleitores as propostas já feitas pelo partido que centram como microcrédito a 2 por cento para as pessoas que querem abrir os seus negócios, criar um serviço municipal de enfermeiros de família, um centro de dia para a 3º idade, a criação da casa do munícipe, e ainda eliminação da taxa de recolha de lixo.

 

  1. Adio

    Este Senhor poderá ser uma ótima solução para São Vicente! Sendo um político que pretende fazer ascender o seu partido, acredito que trabalhará para deixar marcas boas, caso contrário sabe que irá prejudicar a sua imagem e seu partido.
    Apostem nele e na UCID!

  2. João de Deus Soares

    Estamos perante um politico fiel a quem não se pode reclamar promessas incuncumpridas. Corajosamente ele vem trazendo o seu Partido às costas e, se nada ainda fez é que não lhe deram a devida confiança votando em mentirosos e bairristas.
    O meu voto é, para ele, custe o que custar porque SonCentre Precisa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.