Phil Collins: “Estive quase a morrer” devido ao álcool

22/08/2016 10:14 - Modificado em 22/08/2016 10:14
| Comentários fechados em Phil Collins: “Estive quase a morrer” devido ao álcool

phil collinsPhil Collins recorda na sua nova biografia a luta que travou contra a dependência do álcool, em 2008, quando se divorciou pela terceira vez. “Estive quase a morrer nessa altura”, conta.

Phil Collins recordou numa nova entrevista o seu passado de dependência do álcool, um vício que conta quase ter acabado com a sua vida em 2008, quando se divorciou da terceira mulher.

“Senti um vazio enorme. Não queria trabalhar porque só queria estar com os meus filhos, mas eles já não estavam comigo, foram [com a mãe] para Miami e eu estava na Suíça”, começa por explicar ao “The New York Times” o cantor de 65 anos, numa entrevista para promover a sua nova biografia “I’m Not Dead Yet”.

“Começas a beber e, de repente, começas a beber demais. Depois isso começa a magoar-te fisicamente. Estive quase a morrer nessa altura. Estou a ser honesto em relação a isto. A biografia é honesta, é uma autocrítica. Não estou a descartar as minhas responsabilidades. Gosto de pedir desculpa quando é preciso”, revela Phil Collins, que escreveu um capítulo no seu novo livro dedicado a esta dependência, entretanto ultrapassada.

Curiosamente, o músico está novamente numa relação com a mulher de quem se divorciou em 2008, Orianne Cevey, e com quem tem dois filhos, Nicholas, de 11 anos, e Matthew, de 14. Os dois vão voltar a casar.

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.