Publicação 4º da Vera, perfeito

17/08/2016 09:08 - Modificado em 17/08/2016 09:08
| Comentários fechados em Publicação 4º da Vera, perfeito

Vera BritoJá tinhas imaginado alguma vez, que por detrás desta bela aparência religiosa, eu e muitos outros da CRASDT, estivemos organizando e praticando males desta envergadura, contra a própria CRASDT?

4ª Parte

Caríssimos, depois de eu ter compreendido de que realmente sou a mulher mais baixa, mais abominável e a mais indigna do mundo religioso moderno, pelos atos que eu praticava na companhia de algumas mulheres e homens Satanistas da CRASDT, do sentimento de vergonha e de arrependimento por todos os meus maus atos, ter-se manifestado dentro de mim, de ter surgido em mim motivação e coragem para confessar, publicar e assumir publicamente as consequências da minha vivência consciente, contrária aos dez mandamentos da lei de DEUS, que eu Vera, muito bem aprendi do Inácio Cunha, de eu ter compreendido quão vergonhosos e terríveis são os meus pecados, que comecei a confessa-los tanto perante a Igreja, como perante o publico, sinto agora dentro de mim uma grande paz, que nunca imaginei que existisse no mundo humano, e uma grande ansiedade em tornar-me a maior praticante dos dez mandamentos da lei de DEUS desta geração. Por esta razão, vos convido a acompanhar com muita atenção e calma, todas as minhas confissões que aos poucos irão ser publicadas, e a minha nova postura de vida, porque, por meio de um juramento, eu já prometi a DEUS, ao Inácio Cunha e aos outros fiéis de DEUS da CRASDT, á minha família e agora á sociedade Cabo Verdiana e ao mundo em geral, que jamais colocarei a minha mente e o meu corpo em tais práticas vergonhosas e abomináveis, que eu Vera, na companhia de muitos vivia antes, tanto no mundo, como dentro da CRASDT, que se DEUS me der vida e saúde por mais dias, lutarei com todas as minhas forças para compensar os danos morais e emocionais que causei tanto a DEUS, ao Inácio Cunha, como aos outros fiéis de DEUS da CRASDT, á minha família, á sociedade Cabo Verdiana e ao mundo em geral, através das tais práticas criminosas e imorais, que durante um bom tempo, eu vivi planejando e praticando escondido dos seus olhos, tanto no seio desta sacrificada e odiada Igrejinha, cercada de numerosos e poderosos inimigos das puras verdades bíblicas e dos seus verdadeiros promotores e praticantes que ali se encontram, como no mundo que eu me encontrava antes de vir para a CRASDT. Por isso, quero que todos compreendam que o grande ódio que tanto nós da CRASDT, como muitos outros que não são da CRASDT, carregamos dia e noite na nossa mente contra o Inácio Cunha, levou a mim Vera, o meu irmão Amândio, a minha irmã Elsa que agora está se identificando no Facebook com o nome de Priscila Monteiro, o Branco e o Samuel, a fazermos campanhas mentirosas contra o Inácio Cunha no seio da própria CRASDT, a conquistar e a formar um grande grupo de jovens da CRASDT, os quais instruímos e comandamos na prática de violência física, psicológica, de roubos aos membros individuais e à igreja e também na divulgação de mentiras e calúnias contra o Inácio Cunha, tanto dentro como fora da CRASDT, com o único objectivo de levar o Inácio Cunha a ir viver na cadeia, ou no sofrimento profundo fora da CRASDT, ou a morrer, para depois assumirmos totalmente o controle da CRASDT, na companhia dos demónios residentes em nós, para assim a transformarmos numa Igreja totalmente de acordo com o gosto e a vontade de nós mesmos e dos demónios residentes em nós, que é exatamente uma Igreja na vivência de crimes e de imoralidades como são apresentadas nas nossas confissões já publicadas, nesta confissão abaixo e noutras que vão ser publicadas. É exatamente este, o motivo dos conflitos entre nós Satanistas da CRASDT e o Inácio Cunha e o seu pequeno grupo de aliados nas práticas da vontade de DEUS, ou seja, enquanto o Inácio Cunha e seu pequeno grupo de aliados reprovam, combatem e expulsam tanto as práticas criminosas, imorais, como os seus praticantes e promotores do seio da CRASDT, nós os satanistas da CRASDT fazemos exatamente o contrário, ou seja, procuramos trazer e arrumar no seio da CRASDT, atos criminosos, imorais de altos níveis, seus mais destímidos praticantes e defensores, também procuramos transformar em tipos iguais a nós (Satanistas da CRASDT), todos os outros da CRASDT que são contra as nossas práticas criminosas e imorais, fazer as pessoas tanto de dentro como de fora da CRASDT, que são contra as nossas práticas imorais e criminosas, entenderem, crerem e anunciarem também, que é o Inácio Cunha quem nos ensina e nos manda fazer todas estas práticas criminosas e imorais praticadas por nós os Satanistas da CRASDT, no seio da CRASDT e nunca os demónios residentes em nós, para assim levarmos enganosamente o maior número de pessoas possível, a unirem-se a nós e aos demónios residentes em nós, e a ajudarem-nos a alcançar o nosso objetivo em relação ao Inácio Cunha, que é exatamente fazer o Inácio Cunha ir viver na cadeia, ou em grandes sofrimentos públicos fora da CRASDT, ou a morrer, para assim assumirmos o controlo total da CRASDT e transformarmos-lhe numa Congregação totalmente de acordo com o desejo e o gosto nosso e dos demónios residentes em nós, ou fazermos-lhe desaparecer da face da terra, e acabarmos com o nome do Inácio Cunha como sendo um homem verdadeiramente Divino, de uma vez para sempre, de sobre a face da terra.

É neste plano e objetivo demoníaco, que nós Satanistas da CRASDT tínhamos elaborado em conjunto, desde há muito tempo no seio da CRASDT, que agora eu Vera, o meu irmão Amândio, o Cando de Pina, o Branco e outros do nosso grupo de Satanistas da CRASDT, não queremos mais avançar neles, mas sim arrepender, confessar e publicar toda a verdade sobre nós os satanistas da CRASDT, o nosso plano, as nossas práticas vergonhosas realizadas no seio da CRASDT e os objetivos que nós queríamos alcançar com todas essas maldades, assumir e sofrer publicamente as consequências justas que temos que sofrer, abandonar de uma vez para sempre todas as práticas e mentalidades de nós os satanistas da CRASDT, reformar as nossas mentalidades e o nosso modo de viver para uma vivência nova e honrada pelo céu e pelos da terra que possuem o temor de DEUS em seus corações, mas que no entanto, os outros elementos do nosso grupo de satanistas da CRASDT, decidiram avançar neles, e publicamente estão a arrastar o publico inocente (baseado neste nosso mesmo plano), às armadilhas mortais que já lhes (os satanistas da CRASDT) são postas á frente por DEUS, para que assim que eles (os Satanistas da CRASDT que não se arrependeram dos seus pecados) cheguem ali (nessa armadilha), tenham o fim de suas mentiras e maldades, uma vez que pelas suas consciências, isso parece cada vez mais difícil, e como diz os seguintes versos bíblicos:

Salmos 119:165 – Muita paz têm os que amam a tua lei, e para eles não há tropeço.

Jeremias 6:21 – Portanto assim diz o SENHOR: Eis que armarei tropeços a este povo (que não ama, mas sim, odeia a lei de DEUS); e tropeçarão neles pais e filhos juntamente; o vizinho e o seu companheiro perecerão.

Nesta minha confissão, vocês encontrarão alguma parte do nosso desenvolvimento nas maldades contra o Inácio Cunha e o seu pequeno grupo de aliados na obediência aos mandamentos de DEUS (a CRASDT), as nossas reuniões secretas para balanços e elaborações de planos para destruição do Inácio Cunha e da CRASDT, ou seja, pequeno grupo dos que sempre optaram pela disciplina Divina defendida e vivida pelo Inácio Cunha. Devo ainda recordar a todos, que a maioria da nossa sociedade não é contra nós os Satanistas da CRASDT, mas sim contra o Inácio Cunha e seu pequeno grupo de aliados na obediência aos dez mandamentos de DEUS, que a tendência atual é de transferir toda a nossa culpa para cima do Inácio Cunha ou de repartir-lhe com ele, mas nós os ex-satanistas da CRASDT, que arrependeram-se das antigas práticas reprovadas e condenadas por DEUS, não queremos de forma alguma que, alguma parte das nossas estratégias de maldades e das nossas praticas maldosas e injustas contra o Inácio Cunha, que nós em plena consciência e liberdade planeamos e desenvolvemos ao longo da nossa vivência na CRASDT, contra ele, sob o comando dos demónios residentes em nós e nas suas companhias, nos sejam agora inocentados delas ou partes delas, e que seja responsabilizado o Inácio Cunha por elas (pelas maldades que nós os Satanistas da CRASDT fizemos contra ele e seus fiéis companheiros), como se aparenta que assim se pretende fazer. Por isso que, para evitarmos que estes acontecimentos tristes e vergonhosos ocorridos na CRASDT entre nós os Satanistas da CRASDT e o Inácio Cunha e seus fiéis aliados na obediência aos mandamentos de DEUS, sejam aproveitados pelos seus outros inimigos, para causar-lhes um mal ainda maior do que aquele que nós os satanistas da CRASDT arrependidos já lhes causamos antes, é que também nós, estamos zelosamente a fazer e a publicar as nossas confissões, para ficarmos livres e deixarmos as sociedades humanas deste presente tempo, sem qualquer chances para desculparem-se mais a frente, baseados na alegação de inocência quanto ao conhecimento da real verdade, sobre as coisas que aconteceram na CRASDT entre estes dois grupos opostos da CRASDT, desde há muito, de como essas coisas aconteceram e porque elas aconteceram e quanto ao sangue deste inocente (Inácio Cunha), diante de DEUS no dia do Seu julgamento. Porque sei que DEUS não irá ignorar isso (ou seja, o conhecimento e a oportunidade de ter conhecimento que as sociedades humanas estão tendo agora, sobre o que realmente aconteceu entre nós os Satanistas da CRASDT e o Inácio Cunha e os seus fiéis aliados, e o comportamento que depois as sociedades humanas irão manifestar), e que cedo ou tarde, Ele intervirá para agir em defesa de qualquer inocente. Porque Ele mesmo disse:

NÃO admitirás falso boato, e não porás a tua mão com o ímpio, para seres testemunha falsa. Não seguirás a multidão para fazeres o mal; nem numa demanda falarás, tomando parte com a maioria para torcer o direito. Êxodo 23:1-2.

De palavras de falsidade te afastarás, e não matarás o inocente e o justo; porque não justificarei o ímpio. Êxodo 23:7.

Observa agora as revelações descritas nesta minha quarta confissão pública e conheça melhor algumas ações de nós os Satanistas da CRASDT, contra o Inácio Cunha e a CRASDT.

Lembro-me de um dia domingo de manhã, depois de eu estar casada com o Branco, que eu estava na casa do meu irmão Amândio em São Filipe. Então lembro-me que, estando eu num quarto junto com o Branco, logo que eu acordei e vi o Branco, ele beijou-me na boca e disse-me que devido ao desmaio que eu Vera tinha tido no dia anterior, eles (restantes cabecilhas do Ministério de Iniquidade, os líderes do grupo de satanistas da CRASDT, opostos a DEUS e ao Inácio) não tinham conseguido fazer a nossa reunião de planificação de planos de maldade contra o Inácio e contra a Igreja da CRASDT, mas que eles tinham adiado essa reunião para esse dia domingo, pelas 9 horas da manhã. O Branco então olhou para o relógio e disse-me que já eram 8:23 minutos da manhã, que tínhamos de levantar e preparar-nos rapidamente para a reunião porque a Elsa (Priscila Monteiro) ficava muito irada quando não cumpríamos o horário da reunião e começávamos a reunião atrasados. Os demónios disseram-me para eu dizer ao Branco ok, eu concordei com os demónios e eu disse ao Branco ok. Então eu e o Branco levantamo-nos, fizemos higiene e depois começamos a vestir. Quando terminamos de nos vestir, os demónios disseram-me para eu ir para a sala, para a reunião dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade (líderes do grupo Satanistas da CRASDT, oposto a DEUS e ao Inácio, que se encontram escondidos na CRASDT), eu concordei conscientemente com os demónios e eu sai do quarto e fui para a sala para ir assistir a reunião dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade (líderes do grupo Satanistas da CRASDT, oposto a DEUS e ao Inácio, que se encontram escondidos na CRASDT). O Branco foi andando atrás de mim para a sala. Quando nós chegamos na sala da casa do Amândio, estavam sentados na sala só o Amândio e a Eydira. Então os demónios disseram-me para eu sentar-me ao lado do Amândio, eu concordei conscientemente com os demónios e eu sentei-me ao lado do Amândio. Assim que eu fiz isso, o Amândio telefonou à Elsa e a Elsa (Priscila Monteiro) atendeu o seu móvel, logo o Amândio colocou o móvel dele no altifalante e ele saudou a Elsa (Priscila Monteiro) e perguntou-lhe quem estava junto com ela Elsa (Priscila Monteiro). A Elsa (Priscila Monteiro) disse que quem estava junto com ela era: o Tó da Djidjé, o Samuel (seu marido) e o Titi (Fatela). Que eles estavam todos no Safende na casa do Titi. Que ela Elsa (Priscila Monteiro) tinha despistado no cenáculo que ela tinha ido trabalhar no Banco de Cabo Verde, mas que ela tinha saído de casa directamente para a casa do Titi no Safende. Que o Samuel tinha ido para a casa do Titi antes dela Elsa, porque como o Samuel estava a fingir que ele estava bloqueado pelos demónios, não ficava bem se ela e o Samuel saíssem juntos de casa. Que se ela e o Samuel fizessem isso, os irmãos da Igreja podiam pensar que ela Elsa estava unida com o Samuel nas violências que ele estava a fazer contra a Igreja e contra o Inácio. Então logo o Amândio disse para a Elsa que ela era altamente sábia e que o Dragão ia recompensar-lhe por tudo o que ela Elsa estava a fazer num futuro não distante. Que ela alcançaria um lugar de muita honra dentro da Igreja, que todos lhe respeitariam e honrariam e serviriam. Quando o Amândio disse isso para a Elsa (Priscila Monteiro), a Elsa (Priscila Monteiro) disse: DEUS queira e logo de seguida ela riu. Então os demónios, meus senhores, deram-me muita vontade de rir também, eu concordei conscientemente com os demónios e eu ri também. Logo todos os irmãos presentes na reunião riram também. Quando o Amândio parou de rir, ele disse-nos que esse dia de reunião era dedicado de forma muito especial ao nosso mais recente aliado (ajudante), o nosso irmão Tó di Djidjé. Que ele Amândio nunca esperava ter o Tó di Djidjé no nosso grupo (de Satanistas da CRASDT), mas que o Dragão (SATANÁS) lhe provou mais uma vez que na CRASDT não existem cristãos a não ser o Inácio, mas apenas fariseus hipócritas. Quando o Amândio disse isso, o Tó di Djidjé riu e ele disse-nos que ele já estava farto das loucuras do Inácio há muito tempo, que ele Tó já sabia que essa história que os homens ficavam bloqueados pelos demónios era só mais uma mentira que o Inácio tinha inventado, para ele enganar a Igreja como sempre. Que por isso ele Tó resolveu fingir que ele estava bloqueado pelos demónios, para ele fazer o Inácio experimentar o gosto da sua própria mentira. Que por acaso foi o Samuel quem lhe chamou pela primeira vez e contou-lhe a verdade sobre quem era o Inácio, sobre como o Inácio cometia pedofilia dentro da Igreja com as crianças do Orfanato (pedofilia é quando um adulto faz sexo com crianças), mas que tinha sido ele Amândio quem realmente ensinará a ele Tó, como fazer o Inácio experimentar o gosto da sua própria mentira (ou seja, que foi o Amândio quem ensinou a ele Tó, como fingir que ele Tó estava bloqueado pelos demónios). O Amândio escarneceu (riu) e ele disse muito obrigado, que ele dispensava os elogios e riu logo em seguida. Depois o Amândio parou de rir e disse-nos que o Dragão (SATANÁS) tinha-lhe dado ordem para ele Amândio explicar-nos sobre a vinda do Tó para o nosso Ministério de Iniquidade (o grupo dos Satanistas na CRASDT, que atua secretamente em oposição a DEUS e ao Inácio tanto dentro da CRASDT, para fazer os membros da CRASDT entenderem que o Inácio era o verdadeiro responsável por todos os males que esse Ministério estava a fazer dentro da Igreja, como fora da CRASDT, levando familiares, autoridades, funcionários de instituições e a sociedade em geral, a entenderem também, que o Inácio era o verdadeiro responsável por todos os males que esse Ministério estava a fazer dentro da Igreja e que ele devia ser incriminado por causa desses males). Os demónios, meus Senhores, disseram-me para eu ficar muito atenta no Amândio para eu entender o que ele ia nos explicar. Eu concordei conscientemente com os demónios e eu fiquei muito atenta no Amândio para eu entender o que ele ia nos explicar. Então o Amândio disse-nos que o To di Djidjé tinha um grande ódio do Inácio que ele Tó sempre abafou e escondeu tanto do Inácio como de toda a Igreja. Que ele Tó muitas vezes não concordou com as apostasias do Inácio e com a mania que o Inácio tinha de abafar pecados de outros, mas mesmo assim insistir dizendo que ele Inácio não tinha pecado e ainda com a mania do Inácio que só ele era um Profeta de DEUS. Que o Dragão (Líder dos Espíritos Malignos) disse a ele Amândio, que ele Dragão tinha observado o interior do Tó durante vários anos e que ele chegou à conclusão definitiva que o Tó era dele Dragão, sem dúvida. Então que o Dragão disse a ele Amândio, que ele deveria dizer hoje ao Tó, que ele deveria cumprir algumas regras básicas (regras sem as quais ele Tó não poderia assistir as reuniões secretas dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade) para poder assistir as reuniões secretas dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade. O Tó logo respondeu ao Amândio e disse que ele Tó estava pronto a cumprir todas as regras necessárias para ele participar nas reuniões secretas dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade, porque ele queria muito matar o Inácio e fazer o Inácio pagar por todos os crimes que ele Inácio tinha cometido dentro da CRASDT. Quando o Tó disse isso, os demónios, meus senhores, disseram-me para eu perguntar ao Tó, porquê que ele Tó tinha tanto ódio do Inácio (mas isso para eu descobrir os motivos que o Tó tinha para ele odiar o Inácio, para depois eu colocar-lhe com mais ódio ainda do Inácio e levar-lhe a revoltar-se completamente contra o Inácio e a combater eternamente o Inácio, para assim eu fazer o Inácio cair no mais profundo abismo (um lugar fundo) do desespero e da angústia, até o Inácio suicidar-se). Eu concordei conscientemente com os demónios e eu perguntei ao Tó, porquê que ele Tó tinha tanto ódio do Inácio? (Eu perguntei isso ao Tó, pensando na mente que assim eu ia descobrir os motivos que o Tó tinha para ele odiar o Inácio, para depois eu então colocar-lhe com mais ódio ainda do Inácio e levar-lhe a revoltar-se completamente contra o Inácio e a combater eternamente o Inácio, para assim eu fazer o Inácio cair no mais profundo abismo (um lugar fundo) do desespero e da angústia, até o Inácio suicidar-se). O Tó respondeu-me e disse o seguinte: que ele tinha ódio do Inácio desde há muitos anos, porque o Inácio sempre mandou na Igreja e sempre se gabou de ser o Profeta da Igreja, mas que ele Tó por mais que praticasse a justiça e fosse zeloso do bem, o Inácio nunca reconhecia de forma clara perante a Igreja a grande ligação que ele Tó tinha com DEUS, assim como ele Inácio tinha, mas que o Inácio sempre lhe tratava como apenas um membro da Igreja e que ainda o Inácio sabendo muito bem que ele abafava os pecados da Elsa, que a Elsa cometia de forma clara dentro da Igreja, tinha a ousadia de, de vez em quando, chamar ele Tó à parte para repreender-lhe por causa de algum pecado que ele Tó tinha cometido. Que o Inácio era o homem mais hipócrita que ele Tó tinha conhecido e que ele Inácio era um falso religioso. Que os vários pecados da Elsa que o Inácio abafou e não permitiu que a Igreja julgasse a Elsa por causa desses pecados, jamais iam sair da sua mente. Que a ele nunca mais o Inácio enganava. Que ele Tó sempre suspeitou do grande apego que o Inácio tinha em relação à Elsa, que ele sempre achou que só podia ser porque a Elsa tinha dinheiro. Então que a própria Elsa um dia confirmou-lhe a ele Tó, que o Inácio abafava os pecados dela que ela cometia dentro da Igreja, de forma clara, porque ela Elsa subornava o Inácio mensalmente com dinheiro vivo nas mãos e com vários presentes que ela Elsa dava ao Inácio. Que quando a Elsa disse-lhe isso, ele Tó viu claramente que isso era verdade, porque ele já sabia desde antes que a Elsa dava muitos presentes ao Inácio, mas que só depois da Elsa ter-lhe explicado que ela subornava o Inácio, que ele Tó veio a entender que esses presentes que a Elsa dava ao Inácio eram subornos que ela fazia ao Inácio. Que o Inácio não passava de um grande bandido e pedófilo, mas que ele Tó ia continuar a fingir que ele estava bloqueado pelos demónios e que ele ia pegar o Inácio de surpresa e matar-lhe sem deixar ninguém descobrir quem tinha matado o Inácio. Quando o Tó disse isso, logo os demónios disseram-me para eu perguntar ao Tó, se ele estava mesmo disposto a juntar-se a nós (satanistas da CRASDT) para matarmos o Inácio? Eu concordei conscientemente com os demónios e eu perguntei ao Tó, se ele estava mesmo disposto a juntar-se a nós para matarmos o Inácio? O Tó respondeu-me que ele estava totalmente disposto a matar o Inácio, mesmo se fosse sozinho, sem o apoio de homens ou de demónios. Então o Titi (Fatela) falou e disse: Tó, tu vieste parar no lugar certo, aqui é a roda dos criminosos da Tenda, daqui vais sair com a cabeça cheia de novas ideias sobre como matar o Inácio. O Titi começou a rir, então os demónios deram-me vontade de rir também, eu concordei conscientemente com os demónios e eu ri também. Depois então o Amândio disse-nos que o Dragão tinha-lhe mandado dar uma tarefa muito especial ao Tó. Que o Tó a partir desse dia tinha que juntar-se ao Samuel e ao Titi em todas as reuniões que o Samuel e o Titi faziam com os membros da CRASDT de Ponta D’Água. Que o Tó tinha de continuar fingindo perante o Inácio e perante os membros da CRASDT de Ponta D’água que ele Tó estava bloqueado pelos demónios, que ele tinha também de chamar os irmãos da CRASDT com fúria para eles confessarem os seus pecados, assim como o Samuel e o Titi faziam, que ele tinha de bater-lhes com pau ou qualquer outra coisa e depois dizer-lhes que tinha sido o Inácio quem tinha-lhe mandado fazer tudo isso. Quando o Amândio disse isso para o Tó, o Tó logo respondeu de forma alegre que ele estava pronto para cumprir todas as ordens do Dragão, que ele faria tudo como o Dragão tinha-lhe mandado através dele Amândio. Então o Amândio disse ao Tó, que se ele cumprisse todas as ordens do Dragão, como nós (Vera, Elsa, Amândio, Branco, Samuel e Titi) cumpríamos, o Dragão ia lhe dar um cargo muito alto dentro da CRASDT e que ele seria de facto reconhecido pelos membros da CRASDT como um GRANDE Profeta de DEUS, como ele Tó muito desejava. O Tó logo deu uma risadinha (riu discretamente), e disse ok, que ele já estava a ansiar muito pelo dia em que todos os membros da CRASDT iam entender que ele Tó realmente era um Profeta de DEUS, que se para ele Tó conseguir isso, ele precisaria da ajuda do Dragão, então que ele preferia ter a ajuda do Dragão, do que ficar a esperar o Inácio reconhecer isso perante a Igreja. Que de todas as formas, ele Tó sabia que o Inácio nunca ia reconhecer isso perante a Igreja, porque ele Tó sabia que o Inácio como impio que ele era, não queria jamais ter um concorrente à liderança da Igreja, mas sim queria dominar e enganar a Igreja sozinho. Que também a festa do Inácio estava quase a acabar. Quando o Tó falou isso, o Amândio disse que por enquanto era só isso que o Dragão queria que ele Amândio nos transmitisse nesse dia, então que não havendo mais nada a falar, a reunião estava encerrada. Quando o Amândio disse isso, logo a Elsa (Priscila Monteiro) disse que ela queria nos avisar de algo primeiro. Então os demónios disseram-me para eu ficar muito atenta para eu entender o que a Elsa ia nos dizer, eu concordei conscientemente com os demónios e eu fiquei muito atenta para eu entender o que a Elsa ia nos dizer. A Elsa (Priscila Monteiro) então nos disse que ela Elsa tinha na sua posse um dinheiro no valor de 200.000$00 que ela Elsa tinha desviado secretamente do dinheiro da Igreja (CRASDT) e que esse dinheiro ela queria colocar numa conta segura e deixar lá para assim custear os nossos crimes que fazíamos contra o Inácio e contra a Igreja. Quando ela disse isso, o Amândio logo disse para a Elsa que ela deveria fazer isso urgentemente, porque nessa mesma conta íamos depositar não apenas o dinheiro que ela Elsa desviava da Igreja (CRASDT), mas também todo o dinheiro que nós do Ministério de Iniquidade conseguíamos ao roubarmos os membros da CRASDT dinheiro ou ao vendermos os móveis e os portáteis dos membros da Igreja que nós roubávamos através do Titi e do Branco. Os demónios, meus senhores, deram-me muita vontade de rir quando o Amândio disse isso, eu concordei conscientemente com os demónios e eu ri. Então todos os presentes na reunião riram. A Elsa nos disse ainda rindo, que então ela faria isso, que ela ia abrir uma conta no nome dela Elsa, que nessa conta ela ia colocar esses 200.000$00 que ela tinha desviado (furtado) do dinheiro da CRASDT e que a partir desse dia, o Titi, o Tó e o Samuel já sabiam que todo o dinheiro que eles tomassem dos membros da CRASDT ou que eles recebessem quando fossem vender os móveis e os portáteis que eles roubavam dos membros da CRASDT, eles tinham de entregar a ela Elsa, para ela depositar nessa conta no Banco. Então o Titi, o Samuel e o Tó disseram todos ok (confirmando que eles fariam isso sim). O Amândio perguntou se não tinha mais nenhum assunto a ser tratado nesse dia, nenhuma pessoa que estava presente na reunião disse que tinha mais alguma coisa a dizer, então o Amândio disse que já que não tinha mais nenhum assunto a ser tratado nesse dia, ele Amândio ia desligar o móvel. Depois o Amândio despediu-se da Elsa, do Titi, do Samuel e do Tó e ele desligou o móvel. Então o Amândio disse para eu e o Branco irmos comer porque ele Amândio ia deitar um pouco. Os demónios, meus Senhores, disseram-me para eu fazer tudo como o Amândio tinha-me dito, eu concordei conscientemente com os demónios e eu pensei que eu ia fazer tudo como o Amândio tinha-me dito. Assim terminou a reunião dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade (líderes do grupo dos Satanistas na CRASDT, que trabalham secretamente em oposição a DEUS e ao Inácio) nesse dia.

Em continuação

Nota: Abaixo segue-se os nomes dos Membros que estiveram presentes na referida reunião dos cabecilhas do Ministério de Iniquidade, que ouviram todos os detalhes dos assuntos tratados nessa reunião, conforme estão relatados ao pormenor nesta minha confissão e que aceitaram livremente assinar como testemunhas da realização desta reunião e dos assuntos ali tratados conforme descritos nesta minha confissão.

 Amândio Honório de Jesus Delgado de Brito: ________________________________________________________________

António Filomeno Barros de Pina (Branco) ________________________________________________________________

António Semedo (Tó de Djidje) ________________________________________________________________

A Confessa

______________________________________________

Vera Ambrozina Delgado de Brito de Pina

28/02/16

Segue-se os nomes das testemunhas que confirmam, a minha livre decisão de confessar e publicar esta minha confissão.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.