Onda tropical afasta- se e não representa perigo para Cabo Verde

17/08/2016 08:44 - Modificado em 17/08/2016 08:44
| Comentários fechados em Onda tropical afasta- se e não representa perigo para Cabo Verde

FURACAOUma onda tropical que se formou perto de Cabo Verde, e cujo Centro Nacional de Furações dos Estados Unidos informou que poderia evoluir para um ciclone, está a afastar-se e não representa perigo para o arquipélago. 

A garantia foi dada à agência Lusa pelo meteorologista António Monteiro, de serviço no Departamento de Previsão Aeronáutica de Cabo Verde, com sede na ilha do Sal, indicando que há possibilidade de a onda tropical transformar-se em tempestade, mas longe de Cabo Verde.

Segundo o meteorologista, a onda tropical formou-se a cerca de 400 quilómetros a sudoeste de Cabo Verde, mas neste momento movimenta-se em direção a oeste-noroeste, afastando-se do arquipélago.

António Monteiro disse à Lusa que o fenómeno natural não terá muita influência grave em Cabo Verde, registando-se apenas agitação marítima e alguma chuva nos próximos dias, que aliás começou hoje, pelo menos, na cidade da Praia.

“A onda tropical existe e a possibilidade de se transformar em tempestade também”, previu o técnico, garantindo, porém, que já será fora das ilhas de Cabo Verde.

Hoje de manhã, a imprensa cabo-verdiana citou o Centro Nacional de Furacões (NHC – sigla em inglês) dos Estados Unidos, que dava conta que uma onda tropical perto das ilhas de Cabo Verde estava a evoluir para um ciclone tropical nos próximos dias.

Na última atualização ao início da tarde, o centro meteorológico americano indicou que o tempo associado a onda tropical perto das ilhas cabo-verdianas começou a dar sinais de organização e que poderá formar uma depressão tropical na quarta-feira.

O centro garantiu também que o fenómeno poderá avançar em direção a oeste-noroeste e, em seguida, a noroeste sobre as águas abertas do atlântico central durante os próximos dias.

Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.