Comandante da BAC: ” vamos chamar os pais quando encontrarmos menores a beber nas ruas”

11/09/2012 00:31 - Modificado em 11/09/2012 00:31

A Brigada Anti-Crime vai continuar com a sua missão para impedir que os menores e outros cidadãos consumam bebidas alcoólicas na via pública. A BAC tem a noção da difícil tarefa que se impõe, mas deixa um alerta: “onde quer que encontremos essa prática, vamos agir”.

 

O Comando da Brigada Anti-Crime, de São Vicente, assegurou ao NN que tem em curso uma acção, para impedir que os cidadãos consumam bebidas alcoólicas na via pública. Esta nova missão da BAC, que se iniciou há alguns meses não se destina apenas à menores, mas á todos os indivíduos que forem encontrados a beber no meio da rua.

 

Segundo o comandante da BAC, Orlando Évora “adoptamos essa actuação para limitar o hábito das pessoas, que consumem bebidas alcoólicas nas ruas. Sabe-se que o consumo do álcool tem os seus locais próprios. Por isso queremos sensibilizar os cidadãos, no sentido de respeitarem as leis, porque essa não é a melhor forma para consumirem bebidas alcoólicas”.

 

Esta actuação policial, com teor educacional, propõe evitar que haja desrespeito as normas do Código de Postura Municipal. O comandante da BAC assegura que as garrafas ou garrafões com bebidas alcoólicas são apreendidas e que os indivíduos são conduzidos ao Comando da PN, para identificação.

 

Questionado sobre o procedimento da BAC com os menores, Orlando Évora afirma que “ quando se trata de menores accionamos os pais para que possam atestar essa prática. E por vezes há situações, onde o menor é encaminhado ao juízo de menores, para que tomem medidas de prevenção”.

 

Mas, o comandante da BAC deixa um alerta a aqueles que estão a envergar para o caminho, do consumo do álcool nas ruas da cidade do Mindelo e nos arredores. “Onde quer que encontremos essa prática, vamos agir. Vamos apreender as bebidas e em caso de reincidência aplicar-se-á coimas vigentes no Código de Postura Municipal. Porque não podemos dar ao luxo de ver essa situação e deixar as pessoas impunes”.

  1. Soncente

    Excelente Noticia…. Congratulo e muito com essa decisão. Todo o apoio é sempre bem vindo na Educação dos nossos Jovens. Tambem sugiro que reforçem a entrada nas discotecas, proibindo a entrada nas Discotecas aos menores, como a lei prevê.

  2. João Cruz

    Sr. Comandante é uma boa iniciativa para sensivilizar as pessoas a não utilizar bebidas nas ruas, mas a muitos importante: sensivilizar as pessoas a utilizarem os passeios, bem como atrevessar a estrada nas devidas passadeiras; sensivilizar as pessaos a não deitar obejectos na rua depois de utilizados, sensivilizar as pessoas a ser vigilante para com uma outra pessoa que pode ser agredida ou assaltada etc.
    Sabemos que tamos a ficar um paìs toristico, é importante para os turistas…

  3. João Veiga

    Parabens Sr.Comandante! A PN em S.Vicente esta a fazer um trabalho extraordinario! Gostaria de perguntar aos responsaveis da PN pq que nao se faz a mesma coisa na Praia? A cidade da praia esta abandonada, sugeria que as chefias da PN na Praia fosse substituidos e nos seus lugares colocados policiais que trabalham! Ja agora pq nao destacar o comandante da BAC de S.Vicente na Praia por 6 meses?

    CS

  4. Unpf!

    Apoiado! Agora, seria interessante se alguma Brigada de transito fizesse valer as regras do código de estrada que são constantemente desrespeitados pelos utentes da via publica e peões, principalmente referindo ao estacionamento desenfreado que se observa nalgumas ruas da nossa cidade, que acabam por muitas vezes trazer constrangimento para todos. Se estamos na “onda” de fazer valer as lei, porque não dar atenção também a esta situação!

  5. Nita Fortes

    Temos a BAC a funcionar como gente grande. Assim é que é. Deixem falar a Myriam que quer intervenções com palavrinhas doces. E digo: palmadinhas para meninos e palmadas para bandidos que querem mostrar a força.
    Ordem, minha gente, ORDEM !!!

  6. Vera

    eu acho que é uma boa iniciativa para evitar o barulho nas ruas perturbando as pessoas durante o descanso.Mas tb gostaria de saber o que fazer com as oficinas que ficam no meio das residências, trabalham das 8h de manha as 7h da noite ( até os fins de semana) perturbando as pessoas com o barulho e o fumo dos carros e das motas, com o cheiro de gasolina que entra dentro das casas e prejudicando a saúde de toda a familia e ainda por cima ouvindo palavroes toda a hora sem respeitar ninguem.

  7. Mindelense

    Penso que a BAC, enquanto força especial, não deveria perder tempo com “coisinhas”. BAC é o remédio santo para os Gang’s. Para este serviço pedagógico, bem que poderiam utilizar os policiais gordos (sedentários) ou os magricelas dos Polícias Militares.
    Já agora, poderiam complementar com uma ligeira multa de 2.000$00 por pessoa, para quem for pego a consumir bebida alcoólica na via pública. Seria um direirinho pago directamente na esquadra, e não no tesouro, evitando que mais um dinheirinho fosse enviado para Praia. Esta multinha seria destinada para combustivél da PN.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.