Monte Tchota: Antany deverá ser julgado em Outubro

1/08/2016 08:17 - Modificado em 1/08/2016 08:17

antany silva2O Chefe do Estado Maior das Forças Armadas (CEMFA), Anildo Morais, apresentou o resultado do inquérito instaurado em busca das causas e das falhas que originaram o massacre em Monte Tchota e avança que o soldado Manuel António Silva Ribeiro é considerado o único suspeito do crime e que este deverá ser julgado em Outubro, com o início do próximo ano judicial.

Anildo Morais, novo CEMFA, após o massacre em Monte Tchota que culminou em 11 mortes, diz que “nada ficará como antes” e acrescenta em entrevista à Inforpress que haverá reajustes a serem feitos nas Forças Armadas. Entre o quais a melhoria nos meios de transportes, de comunicações e das condições necessárias para a sua sustentabilidade e operacional.

O massacre em Monte Tchota fez levantar o véu das fragilidades das Forças Armadas em Cabo Verde, nomeadamente o estado emocional, a segurança dos militares, a comunicação e também houve acusações sobre alegados maus tratos dos militares e também o uso de bebidas alcoólicas. Neste sentido, o CEMFA assegura que “quanto aos alegados maus tratos, existe a preocupação em se cumprir, “escrupulosamente”, as normas do regulamento de disciplina militar” e sobre o uso do álcool e de outros estupefacientes no destacamento de Monte Tchota, Anildo Morais garante que “não constitui um fenómeno generalizado”, e remete para casos “esporádicos” de usos têm merecido o devido acompanhamento e tratamento.

Anildo Morais afirma que há indicações para que sejam reavaliadas as normas militares sobre a actuação e o acompanhamento efectivo de possíveis casos de instabilidade emocionais ou psicológicas entre os militares.

  1. BADOXA

    Espero que esta data mantém-se por isso não deviam publicitar data porque sabemos como funciona as coisas neste país.Pena máxima:25 anos de prisão na cadeia de S.Martinho para mais matança e trabalho forçado.

  2. BOSTA

    Só agora apareceu culpado do afundamento do Navio Vicente?Essa justiça é pra mandar todos pro lixo, assim como o movimento ventoinha (MPD) que pôs lume no fogo com a comandante Eunice silva a culpabilizar PAICV e governo. Agora que é motcha MDPER, pagando indemnização as familias que proprio MPD enfeitiçou que gente do PAICV e governo eram culpados. Mentira tem pernas curtas , feitiço voltou contra feitiçeiro!!!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.