Missão impossível: BAC impede que menores consumam álcool nas ruas

10/09/2012 00:40 - Modificado em 10/09/2012 00:40

A Brigada Anti-Crime , de São Vicente, tem em curso uma missão impossível:impedir que os menores consumam bebidas alcoólicas na via pública .Isto ,porque ,como se sabe ,é proibido vender bebidas alcoólicas a menores, mas todos vendem e ninguém controla.

 

Durante o Festival da Baía das Gatas , agentes da BAC foram vistos a retirar bebidas alcoólicas à menores. E este online sabe,que esta acção tem sido efectuada na cidade do Mindelo . Cidadãos que assistiram a essas acções aplaudem no dizer de uma cidadã :” até que enfim vejo alguém a tentar por fim a essa pouca vergonha de se ver crianças e adolescentes a beberem no meio da rua”. “Essa pouca vergonha” já foi mostrada neste neste jornal ,ao descrever as regadas de álcool , as cervejadas, os menores bebendo em plena Praça Nova ou na Praça D.Luis . Os cidadãos aplaudem a postura da BAC ,embora alguns considerem que isso não é tarefa para uma brigada anti-crime. Mas, outros acham que sim , pois o consumo de álcool por parte de menores está proibido por lei. Assim ,dizem que o problema ” não é de quem cumpre a lei como a BAC. São os que vendem álcool aos menores e quem não fiscaliza”

Resta saber se a BAC vai continuar ou se vai desistir ,num pais onde o PM aparece nas inaugurações a brindar com champanhe , onde se arranjam todas as desculpas para tomar a ” peça que leva”e onde todos se marimbam para lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas a menores. Ah! E cadê e os “pides” da IGAE , sim, os tais que há dias invadiram as discotecas de Mindelo?

  1. fifi

    Porque não aplicam a Lei seca.
    ” qualquer cidadão que for pego a consumir bebidas alcoolicas na via pública é aplicado uma multa de 300 euros. Nada contra o uso de bebidas alcoolicas,mas devem ser consumidas nos locais apropriados.
    Uma garrafa deixada na rua é uma arma.

  2. José Fonseca

    Muito bem.

    Abençoado BAC que tem tido uma grande acção pedagógica junto dos cidadãos.

    Haja emprego que todos os problemas desta ilha se resolvem

  3. José Fonseca

    Muito bem.

    Abençoado BAC que tem tido uma grande acção pedagógica junto dos cidadãos.

    Haja emprego que todos os problemas desta ilha se resolvem

  4. Rebecca

    Who decides over BAC? Who is the good influence for the teen-agers? I hope that is the same person.
    I have sadly seen the adults drinking far too much in Sao Vicente – seen that it has become a problem for them.
    In that case it is important to not let the young start to early. That said. It is also very important to influence the young so they don’t want to drink.
    Alcohol is a dangerous drug.

    M’t sodade SV e mt bai brevment. Mt gosta!

  5. Silvina

    Todo e qualquer consumo de alcool em via publica devia ser crime. è uma vergonha e triste ver esse consumo desalmado de alcool nos jovens em SV, feita sem qualquer pudor na Praça D. Luís e na Avenida Marginal. Neste fim de semana assisti a um grupo de 4 rapazes que andavam na rua de Lisboa a noite com um garrafão de agua 5L cheio de ponche em que cada um tinha seu copo a beber. uma tristeza autoridades tem de interferir esse pais vai para a desgraÇA COM ESSES JOVENS SEM EDUCAÇÃO NEM FAMILIA

  6. Ajax!

    Hum, crime deve ser engolir e pôr um “ray” na rua, se fosse noutros países seriam multados (algumas cidades só vivem da aplicação de multas)… Também… acho difícil mudar o mentalidade do cabo-verdiano…

  7. Nita Fortes

    Acho bem levar os “bêbados” para a cadeia até retomarem a normalidade. Se forem menors serão recuperados pelos pais depois de autoados. Afinal, é dever das autoridades (sejam quais forem) contribuir para a harmonia de todos e a missão não é impossivel.

  8. antonio Neves

    Eu vivo em lisboa há 37 anos,aqui tambem temos esse problema, é dificil controlar mas
    se a lei existe tem queser fiscalizado, e o maior culpado são os bares, os proprietarios só pensam no lucro, a que culpabiliza los epenaliza los com multa alta.

  9. antonio Neves

    Eu vivo em lisboa há 37 anos,aqui tambem temos esse problema, é dificil controlar mas
    se a lei existe tem que ser fiscalizado, e o maior culpado são os bares, os proprietarios só pensam no lucro, a que culpabiliza los e penaliza los com multas altas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.