São Vicente: denúncia de pesca ilegal de “lagostim”

25/07/2016 08:47 - Modificado em 25/07/2016 08:47

Foto- Facebook-Provedor do MindeloO Provedor do Mindelo regista uma queixa sobre a pesca ilegal de juvenis de lagosta nas imediações da praia do Lazareto e alerta as autoridades para que intervenham de forma a evitar a extinção das espécies nas águas de Cabo Verde.

A página oficial do Provedor do Mindelo denuncia, pedindo também a intervenção das autoridades marítimas para que estejam mais atentas, a pesca ilegal de juvenis de lagosta, uma vez que a considera um crime ambiental que poderá levar à extinção da espécie nas nossas águas. Assim sendo, solicita a fiscalização e mão pesada contra “uma brutalidade consciente que deve ser prontamente interrompida”.

Recorda ainda que a pesca da lagosta está legislada e que desde “Fevereiro de 2005 entrou em vigor em Cabo Verde um dos mais importantes instrumentos de gestão pesqueira: o Plano de Gestão dos Recursos da Pesca. Esta ferramenta visa a conservação e exploração racional dos recursos haliêuticos em prol do desenvolvimento sustentável do sector das Pescas”. Assim sendo, o Provedor do Mindelo informa que foi aprovado um conjunto de períodos de defeso para as lagostas de profundidade de 01 de Julho a 30 de Novembro e para as lagostas costeiras de 01 de Maio a 31 de Outubro.

Com a constatação da pesca ilegal das lagostas pede-se a intervenção da Autoridade Marítima Portuária (AMP), do Instituto Nacional para o Desenvolvimento das Pescas (INDP), do Governo, da Direcção-Geral das Pescas e da Associação de Defesa Ambiental (BIOSFERA I) para que sejam tomadas medidas de controlo e de sancionamento pesado contra quem comete tais crimes.

 

  1. Rui Freitas

    lagostim não – juvenis de lagosta especialmente/certamente a lagosta castanha e a verde. a castanha procria em águas pouco profundas. Deve acontecer de noite também com lanternas que essas espécies ficam mais activas por assim disponíveis à predação humana. Paciência.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.