São Vicente/autárquicas: todos à espera de Monteiro, mas também pode ser outro

21/07/2016 08:30 - Modificado em 21/07/2016 08:30
| Comentários fechados em São Vicente/autárquicas: todos à espera de Monteiro, mas também pode ser outro

CMSVO cenário autárquico já está montado em São Vicente, isto é, referindo que ainda todos estão à espera do pronunciamento da UCID em relação ao candidato que vai concorrer, mesmo que muitos já adiantam , inclusive este Jornal, de que António Monteiro será o candidato.

Até o momento Augusto Neves e Alcides Graça são os dois candidatos já apresentados para as eleições de 4 de Setembro. Entre estes dois candidatos, sem referir a UCID que falta pela confirmação, a eleição serão de todo históricos. Um pelo facto de por lado com a vitória do MpD a CMSV e o Governo terão a mesma cor politica, e do outro lado o PAICV nunca governou a câmara municipal, e o discurso deste partido tem sido da divisão de poderes e não a colocação de todos os poderes nas mãos de um único partido.

A perspectiva para as eleições por parte de alguns entrevistados é boa visto que “São Vicente precisa de mais”.

Em breve os partidos entrarão em pré-campanha, como disposto nos regulamentos passando para a campanha propriamente dita. Os programas ainda não foram apresentados, mas não faltam sugestões para quem vai votar.

“Penso que os candidatos devem trazer projetos para diminuir o desemprego, porque tem muitas pessoas com falta de trabalho”, como sugere Arlindo Nascimento, da zona de Espia, em São Vicente. Luís Monteiro, apesar de ser de outra zona da ilha, compartilha da mesma linha de pensamento, de que “a criação de emprego deve ser uma prioridade”.

O emprego constitui uma preocupação para muitos dos entrevistados que esperam que as propostas possam vir neste sentido de melhorar as condições de vidas das pessoas.

As sugestões para este objetivo é trazer uma nova dinâmica para ilha com investimentos importantes. “Em São Vicente tem muito por onde investir”, como assegura Anderson Delgado, que sugere fabricas, turismo, pescas, serviços como áreas onde pode haver investimento para melhorar a ilha.

Nataly Santos diz que a falta de investimentos tem sido o problema mas espera que o panorama possa mudar de forma que “São Vicente possa ser referencia como antigamente”. Mas ainda acrescenta que o melhor programa será aquele que vai beneficiar “verdadeiramente a vida das pessoas”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.