Fernando Santos renova até 2020

20/07/2016 13:09 - Modificado em 20/07/2016 13:09
| Comentários fechados em Fernando Santos renova até 2020

fernando santosSelecionador campeão europeu vai continuar no cargo para defender título.

A Federação Portuguesa de Futebol renovou contrato com Fernando Santos, o selecionador que levou a equipa das Quinas à conquista do título europeu, em França.

O novo contrato vai além do Mundial de 2018, na Rússia, e deverá permitir ao treinador português defender o troféu recém-conquistado no Europeu de 2020.

Fernando Santos, que passou a integrar os quadros da FPF em setembro de 2014, conduziu Portugal ao seu primeiro título europeu durante o campeonato realizado recentemente em França, depois de um percurso de um ano e nove meses sem qualquer derrota em jogos oficiais.

Em 14 encontros a ‘sério’, o engenheiro venceu 10, dois deles após prolongamento, o segundo na final do Euro2016, sobre a anfitriã França (1-0, com um tento de Éder, aos 109 minutos), e empatou quatro.

O técnico luso venceu os sete encontros da qualificação, depois de suceder a Paulo Bento, que perdera o primeiro (0-1 com a Albânia, em Aveiro), e, em França, foi campeão com mais três triunfos e quatro empates.

Nascido a 10 de outubro de 1954, em Lisboa, Fernando Santos conta já com um largo currículo como treinador, enquanto, como jogador, passou apenas por dois clubes, o Estoril-Praia (1973-79 e 1980-87) e Marítimo (1979-80).

Como treinador, iniciou-se no Estoril-Praia, que representou entre 1988 e 1994, seguindo-se uma passagem pelo Estrela da Amadora (1994-98), antes de rumar ao FC Porto, clube pelo qual se sagrou campeão no primeiro ano (1998/99), tendo ainda ficado mais duas temporadas, até 2001, durante as quais conquistou duas taças de Portugal.

Seguiu-se depois a primeira experiência no estrangeiro no AEK Atenas, clube que representou em duas ocasiões (2001-02 e 2004-06), no qual conquistou a Taça da Grécia em 2001/02.

Pelo meio efetuou passagens pelos também gregos do Panathinaikos (2002-03), voltou a Portugal e orientou o Sporting na temporada 2003-04, para depois voltar ao AEK. De Atenas regressa a Lisboa, desta feita para o Benfica (2006-07), antes de novo regresso à Grécia para representar o PAOK Salónica (2007-10).

Estreia-se como selecionador à frente Grécia, cargo que ocupou entre 2010 e 2014, tendo atingido os quartos de final do Europeu de 2012, nos quais caiu frente à seleção alemã, e os oitavos de final do Mundial de 2014, nos quais a Grécia foi eliminada pela Costa Rica, num jogo em que Fernando Santos foi expulso e foi punido com oito jogos de suspensão.

Em 24 de setembro de 2014, Fernando Santos assinou com a Federação Portuguesa de Futebol, apesar do risco de ter de cumprir os oito jogos, tendo mais tarde visto o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) reduzir a pena para dois jogos, com dois de pena suspensa.

Leia o comunicado da FPF

“A Federação Portuguesa de Futebol e o Selecionador Fernando Santos chegaram a acordo para a renovação do contrato que os une desde setembro de 2014.

O novo vínculo entre a FPF e Fernando Santos vigorará até ao EURO-2020, coincidindo com o final do mandato da atual Direção da Federação Portuguesa de Futebol.

Fernando Gomes, presidente da FPF, e Fernando Santos, Selecionador Nacional, estarão presentes numa conferência de imprensa agendada para esta quinta-feira, 21 de julho, às 12h00, na Cidade do Futebol.”

ojogo.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.