SINDEP volta à carga na luta dos professores

20/07/2016 08:10 - Modificado em 20/07/2016 08:10

professorO SINDEP volta a equacionar a possibilidade de condicionar o início do próximo ano lectivo, se o Governo não resolver os problemas da classe. Jorge Cardoso, do SINDEP, diz que a classe e os seus representantes estão “fartos” de esperar pelo Governo.

“Se até Dezembro o Governo não cumprir com o que está a dizer, outras formas de luta serão tomadas, e poderão ir desde a greve até ao congelamento das notas. Os professores já estão fartos e os representantes já estão fartos”, avança Jorge Cardoso.

Para Cardoso, tudo estava num bom caminho, a lista tinha sido publicada. Mas avança que o “Governo inventou ilegalidades para derrubar a lista e continuar a enganar a sociedade cabo-verdiana e os professores”. E diz ainda não entender os argumentos do Governo.

Estão à espera do cumprimento por parte do Governo mesmo que o pagamento seja feito de forma faseada, sem perder de vista a data em que os nomes foram publicados. “Não é somente dizer que vamos pagar se não há compromisso com a retroactividade, não podemos estar de acordo. Porque a lista foi publicada no Boletim Oficial para se proceder ao pagamento e é isto que o SINDEP está a reivindicar”.

Depois de um período de transição do Governo, o Sindicato dos Trabalhadores volta à carga exigindo os compromissos feitos à classe.

  1. Mindelo

    É muito bem feito aos professores. Eles queriam a mudança. Agora aguenta coração.
    As vezes estamos bem e não sabemos. Trocamos e ficamos mesmo mal. Aguentam para daqui a 5 anos.
    Daqui a pouco é atraso salarial.

  2. professor

    O governo anterior consegiu ludibriar os sindicatos,levandos as negociaçôes até o fim do mandato e os sindicatos foram na cantiga,agora querem que o governo atual resolve tudo em pouco tempo? Tenham paciencia evergonha na cara. bem dito.

  3. Francisco Andrade

    O SINDEP tinha veiculado noutro jornal online que iria para outras formas de luta no ínicio do ano letivo 2016/2017, caso as reivindicações dos professores não forem atendidas..
    Falou-se na comunicação social que o Ministério de educação Família e inclusão Social (MEFIS) tinha somente publicado as listas de reclassificação na página de facebook , como forma de enganar os professores, visto que para a lista ter validade, ela terá que ser publicada no Boletim oficial.
    Vir aqui no NN falar em congelamento de notas é dar mais espaço de manobra ao MEFIS.

  4. NAIS

    ESTE SINDICALISTA DURANTE 15 ANOS SURDO PAMPAM , O GAJINHO E CUMISSARIO DE PAICV, CUSA TA A RESOLVER E QUI SE PARTIDO PAICV NAO,,,, CALMA 15 ANOS FUNCIONARIOS NEM 10 ESCUDOS CALA BOCA CUMISSARIOS DE PAICV ESTA A RESOLVER TRANSPARENTE SEM FINADO NA LISTA

  5. O Sindep está a queixar de barriga cheia. Vejam o Governo já publicou as listas que estavam mal elaboradas de transição e reclassificação no orçamento de 2016, enquanto funcionários de quadros especiais e outros quadros não beneficiaram de aumentos e o sindicato fica mudo e queto sobre o assunto não diz nada,portanto não temos esse previlégio que vocês têm, aumentos retroactivos imaginem. Os Professores em termos de reforma está muito bem previligiada, porque têm possibilidades de aposentar com uma reforma a 100% com 32 anos de serviço e 55 anos de idade, enquanto que outros funcionários de outros Ministérios exigem 60 e 65 anos de idade com 35 anos de serviço, imaginem agora e tira as vossas conclusões se são ou não mais previligiadas, enquanto temos Professores que merecem sim senhor, e outros que estão nem aí, fazendo politicas e queixas sem resultado como professor, estão ali para trapalhar a vida dos alunos

  6. professorgulho

    Ninguém nos liga e sabem porque?

    Cambada de incompetentes que defende a classe, sem formação e sem conduta e moral para defender essa honrosa classe pois só querem mamar e comer!

    Os sucessivos governos só nos dão os ossos se entenderem e quando entenderem!

    Ainda têm a lata de vir falar em conquistas?

    Quais conquistas quais carapuças…somos uns pobres coitados com um salario medio a volta de 40 000$00, míseros assalariados que saca com essa responsabilidade divina de educar!

    Nicolau Furtado, Nelson Cardoso, Amadeu Rocha bando de corruptos são corjas que so enganam os professores!

    Tenham vergonha na cara e demitam-se seus exploradores, bandidos, corruptos e parasitas….vao mais é trabalhar e parem de viver as custas!

    O Vosso slogan é por uma classe unida o tanas…bandidos…deviam era estarem presos na cadeia!

  7. Francisco Andrade

    Para a pessoa que esconde pelo nome ” Mindelo”
    O povo pediu “mudança”.
    A classe docente não se responsabiliza pelos políticos. E mais ” O professor é o único profissional, em que se as suas mãos estão sujas é devido ao pó de giz”
    Espero ter esclarecido e Sr(a) Mindelo devia ter consideração a missão do professor que é transmitir valores e orientar os seus filhos ou educandos. Peço ao NN que publica o meu comentário.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.