Cabo Verde vence Camarões por 2 -0 com sabor a pouco

8/09/2012 23:45 - Modificado em 8/09/2012 23:46
| Comentários fechados em Cabo Verde vence Camarões por 2 -0 com sabor a pouco

A selecção de Cabo Verde está a um passo da qualificação para a CAN´2013. Uma vitória histórica, por 2-0 ,contra os Camarões escreveu a página da primeira mão da última eliminatória de acesso a CAN´2013. Com este triunfo, os Tubarões Azuis dependem de si para garantir a primeira presença numa fase final do Campeonato Africano das Nações. 

A selecção cabo-verdiana de futebol demostrou que os Camarões não era o tal  osso que não podia ser roído . Sem, a estrela da companhia Samuel Eto´o, mas com jogadores que militam em campeonatos mundiais de renome, os Leões Indomáveis viram-se encurralados pelos Tubarões Azuis.

O seleccionador Lúcio Antunes disse aos seus jogadores para jogarem olhos nos olhos com os adversários e foi essa atitude que  os jogadores colocaram em campo. Decorriam dois minutos de jogo quando o avançado, Djaniny atirou o primeiro aviso a baliza dos Camarões, mas viu Chedjou cortar a bola em cima da linha de golo.

E aos 15´ a nação cabo-verdiana ergueu-se para festejar o golo que marcou o início daquilo que seria uma vitória histórica contra os Camarões. O trinco, Ricardo foi o autor do golo, após livre cobrado por Nhuck. Depois do golo, os Tubarões Azuis não retiraram o pé do acelerador e atacavam com frequência a baliza, sob a guarda de Kameni. Mas na hora da finalização, alguns jogadores foram perdulários.

O jogo continuou num ritmo acelerado e Cabo Verde saiu para o intervalo a vencer por uma bola a zero. Mas no regresso, Lúcio Antunes teve que fazer mexidas devido as lesões de Odair Fortes e Carlitos. Estas mudanças tiveram influências no jogo dos Tubarões Azuis, porque o adversário alongava o seu jogo para junto da baliza cabo-verdiana. Nota de destaque para uma brilhante defesa do guarda-redes, Vozinha que travou o empate, a passagem dos 49 minutos.

Mas o golo da tranquilidade surgiu aos 62´, por intermédio de Djaniny. O jovem avançado, que pertence aos quadros do Benfica de Portugal, fintou dois adversários e num remate a baliza contou com a ajuda do guarda-redes Kameni. Cabo Verde fixava o resultado final e garantia uma vitória histórica contra o Camarões. Ma soube a pouco .

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
  • llines1507
  • Lusoline-pub
  • inps_201508
  • Hdp0715
  • renault-cv
  • Af-Banner-296x114-Heldon
  • revista9-cmsv
  • HPG_compressed
  • cvt
  • Atlantic Car
  • ac_pub1
  • banner_fama_Final
  • copacabana
  • capoverdecase
  • pubkado
  • gimscv
© 2012 - 2015: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.